Sábado, 21 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

ENTRE ASPAS > ANÚNCIOS FAJUTOS

Os jornais e os golpistas

Por Marcelo Zwarg em 02/10/2007 na edição 453

Proliferam golpistas no país, alguns impunemente e há anos, auxiliados pela própria imprensa escrita, que parece não ter critérios para publicar anúncios classificados de ofertas de empregos ou ‘oportunidades’ para futuros ‘empresários’.

A mídia eletrônica constantemente noticia vítimas de golpistas anunciantes de jornais que prometem bons empregos, dentro e fora do país, vítimas de estelionato que compram por telefone ou via internet, vítimas seduzidas pelo conto das correntes da felicidade, pirâmides etc.

Todos esses golpes estão diariamente nas páginas dos jornais. Não é preciso ser expert para perceber tratar-se de contos do vigário. Porém, continuamente, centenas de ingênuos desinformados, desempregados, desesperados e recém-aposentados, são vítimas desses golpistas auxiliados pela própria imprensa. São anúncios propositadamente com poucas informações, que apenas prometem altos lucros e oportunidades de mudança de vida, ‘exigindo’ apenas vontade de vencer. A curiosidade e a ganância levam os candidatos às reuniões de explicações, onde muitos são ‘convencidos’ a participarem como ‘investidores’.

O órgão que regula e fiscaliza os jornais não vê esses anúncios suspeitos?

A própria imprensa colabora com os golpistas em troca do lucro fácil de um anúncio. Dirigentes de jornais não são ingênuos. Simplesmente pelo lucro, lavam as mãos? Com a palavra os editores, o Ministério Público, defensor dos cidadãos, e o Observatório da Imprensa.

******

Empresário, Franca, SP

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem