Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

FEITOS & DESFEITAS > OBSERVAÇÃO DO LEITOR

Painel sobre Paraguai

Por lgarcia em 03/07/2012 na edição 701

 

Considero o jornalista William Waack um profissional extremamente inteligente e muito bem preparado. Por outro lado, acho que ele despreza a inteligência do espectador/cidadão. No programa Painel, da Globo News, sobre o Paraguai, ele convida três comentaristas totalmente contrários à linha externa do governo brasileiro. Resultado: não há debate. Todos metem o pau no governo, insistindo em destacar que nossa diplomacia deteriorou-se desde 2003. Seria nossa política externa tão ruim? Por que será que Lula foi, ao longo de seu mandato, eleito internacionalmente um dos políticos mais influentes do planeta? Por que Celso Amorim foi dezenas de vezes elogiado em todo o mundo por sua habilidade em negociar? A forma de tratar o assunto Paraguai nada mais é do que a repetição de uma postura ideológica de enfrentamento frontal aos governos petistas em qualquer assunto relacionado à nossa política externa. Isto é jornalismo? (Cláudio Toledo, economista, Rio de Janeiro, RJ)

 

Erro de português

Ouvindo o Observatório da Imprensa na Rádio MEC, percebi que o locutor falou “octagenário”. Espantou-me o erro, pois o programa é de muito bom nível. A palavra correta é “octogenário”. Fiz uma pesquisa neste site tentando encontrar o texto de ontem. Surpreendi-me, mais uma vez, pois o erro na mesma palavra teve várias ocorrências. Não considerem minha observação como uma crítica, mas como uma contribuição ao aperfeiçoamento do programa, que é muito bom e, portanto, não merece erros de português deste nível. (Fernão Gondin da Fonseca, engenheiro militar, Rio de Janeiro, RJ)

 

Jornalistas e crueldade com animais

No dia 27 de junho, o programa Em Pauta, da Globo News, comentou a questão da proibição do patê de foie gras na Califórnia. Até aí, tudo bem. Mas o que surpreendeu mesmo foi a falta de tato e de ética dos jornalistas Jorge Pontual e Gerson Camarotti, que simplesmente caçoaram do sofrimento dos animais. O assunto está repercutindo na internet – ver aqui e aqui. Gostaria, se possível, que fosse repreendida a ética desses jornalistas (Paulo Kurtz, funcionário público, Santa Cruz do Sul, RS)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem