Terça-feira, 16 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1008
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Pais de autistas pedem demissão de radialista

25/07/2008 na edição 495


Pais de crianças que sofrem de autismo pediram a demissão do radialista Michael Savage, que foi extremamente infeliz em um comentário que fez na semana passada sobre crianças autistas. Savage teria dito em seu programa de rádio na emissora WOR que ‘99% das crianças autistas são pirralhos que não foram ensinados a se comportar’. ‘Eles não têm um pai por perto para dizer a eles para não agirem como idiotas, que isto não os levará a lugar nenhum na vida’, disse ele.


Mesmo após as críticas, o radialista insistiu que não se desculparia e que a declaração serviu para alertar os pais que muitas crianças são erroneamente diagnosticadas. Para ele, médicos e indústrias farmacêuticas ‘gananciosas’ estariam criando um ‘pânico nacional’ por diagnosticar autismo em excesso.


O autismo é uma desordem mental que prejudica a habilidade da pessoa de se comunicar. O governo americano estima que uma em 150 crianças sofram de alguma forma de autismo. Muitos especialistas acreditam que comportamentos não sociáveis já eram comuns há 40 anos e o que o aumento do número de casos foi em grande parte ocasionado por uma melhoria nos serviços de educação especial e mudanças nos diagnósticos.


Wendy Fournier, da Associação Nacional de Autismo, foi convidada a comentar as declarações de Savage em um programa esta semana, pelo chefe do radialista, Mark Masters, da rede de rádios Talk Radio Network – que retransmite o programa de Savage a 350 emissoras em todo o país. ‘Estou esperando que ele entenda a realidade enfrentada por estas crianças. Os comentários dele foram cruéis e excessivos. Não dá para resolver o comportamento de um autista apenas dizendo à criança para ela calar a boca. É como dizer a uma criança com câncer que ela tem de parar de ficar doente’, desabafou Wendy.


Evelyn Ain, que tem um filho de oito anos diagnosticado com autismo, organizou uma manifestação esta semana em frente aos estúdios da WOR, em Nova York. ‘Isto não é sobre liberdade de expressão’, comentou ela. Savage é o terceiro radialista mais popular do país, com uma audiência de oito milhões de ouvintes por semana. Não é a primeira vez que ele faz um comentário polêmico; ele já havia dito a soropositivos: ‘Pegue Aids e morra, seu porco’. Informações de David Bauder [AP, 22/7/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem