Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº963

FEITOS & DESFEITAS > CHILE

Pela diplomacia, canal estatal desiste de série

16/03/2007 na edição 424

O canal estatal TVN foi acusado de censura por desistir de exibir um documentário em três partes sobre a guerra entre o Chile, o Peru e a Bolívia no século 19. A decisão de arquivar a série Epopeya, que teria o primeiro episódio esta semana, foi tomada poucos dias após o embaixador peruano no Chile expressar sua preocupação com o programa.


O documentário trata da Guerra do Pacífico (1879-1884), entre o Chile e as forças conjuntas do Peru e da Bolívia. O Chile saiu vitorioso no conflito, e anexou importantes territórios – ricos em recursos naturais – dos dois países derrotados.


Fortalecimento das relações


Em curta declaração, o TVN afirmou apenas que planejava exibir o programa mais para o fim do ano. O embaixador do Peru no Chile, Hugo Otero, teria reclamado do documentário com o ministro chileno das Relações Exteriores, Alejandro Foxley, e com Francisco Vidal, presidente do canal estatal. Em uma coletiva de imprensa, Foxley admitiu ter conversado com Vidal sobre o assunto, mas garantiu que a decisão de não exibir a série era da emissora, e não do governo. ‘Era necessário [dar minha opinião]’, afirmou o ministro, completando que o país está em um momento de fortalecimento de relações com o Peru e de cicatrização de feridas históricas. ‘Considerando nossa história com os países vizinhos, eu diria duas coisas: primeiro, prudência, e segundo, coloque-se no lugar da outra pessoa. Qualquer um de vocês que já tenha visitado um destes países pode dizer o quão delicadas algumas destas questões são’, ressaltou Foxley.


Rafael Cavada, o jornalista que apresenta a série, criticou a decisão do canal. ‘É desestimulante que as autoridades do TVN tenham se curvado a pressões do ministro das Relações Exteriores’, afirmou ao sítio do El Mercurio, jornal mais vendido do país. Cavada se disse ‘desanimado’ com o cancelamento do programa. Informações de Monica Vargas [Reuters, 12/3/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem