Terça-feira, 23 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1047
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Presidente de TV chinesa deixa posto após incêndio

19/05/2009 na edição 538

O presidente da emissora estatal Televisão Central da China, Zhao Huayong, foi substituído três meses depois que um incêndio em uma exibição de fogos de artifício destruiu parte do novo complexo do canal, em Pequim, matando um bombeiro. A Xinhua, agência de notícias oficial do país, reportou que Huayong deixou o cargo após completar 60 anos, idade mínima para aposentadoria. A revista Caijing revelou, entretanto, que o presidente planejava se aposentar apenas quando a emissora estatal mudasse para sua nova sede, em outubro.


O episódio do incêndio causou desconforto para o governo chinês, já que se descobriu posteriormente que o show de fogos de artifício, encomendado por executivos da emissora, era ilegal e não obedecia a normas de segurança. O canal funciona como uma das principais ferramentas de propaganda do Partido Comunista.


Autoridades de segurança anunciaram em abril a abertura de uma investigação sobre o acidente e prometeram punir as pessoas responsáveis por ele. Huayong foi substituído por Jiao Li, de 54 anos, que atuava como vice-diretor do Departamento de Propaganda do Partido. Informações da AFP [18/5/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem