Sábado, 22 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

FEITOS & DESFEITAS > REINO UNIDO

Publicidade online cresce mais que anúncios de TV

19/08/2008 na edição 499

O crescimento de gastos com anúncios online superou os investimentos em anúncios em TV no Reino Unido em 2007 — com incremento de 40%, correspondendo a 19% de toda publicidade —, informou o órgão regulador britânico Ofcom. Segundo sua pesquisa, comparado a 2002, os britânicos passaram quatro vezes mais tempo em computadores (24 minutos por dia) e duas vezes mais tempo em telefones celulares.


Gastos residenciais com comunicações caíram levemente, resultado de serviços mais baratos e da queda nos preços de internet em banda larga. O número de consumidores, no entanto, subiu. ‘Estamos gastando mais tempo com nossos aparatos de comunicação, mas menos dinheiro’, concluiu Peter Phillips, sócio de desenvolvimento de estratégia e mercado da Ofcom.


Investimentos em anúncios online foram dominados pelas buscas pagas, nas quais os links patrocinados aparecem nos resultados de pesquisas realizadas em ferramentas de busca. Esse tipo de publicidade, segundo reportagem de Sarah Rabil [Reuters, 13/8/08], gerou cerca de US$3 bilhões em receitas.


Anúncios na internet no Reino Unido geraram maior receita per capita (cerca de US$60) do que qualquer outro país do G7 – os sete países mais industrializados do mundo, formado por Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e EUA. A publicidade na TV manteve-se em cerca de US$ 6,8 bilhões. A fatia de rendimentos com publicidade em TV aberta no país caiu de 83% em 2002 para 67%, em 2007.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem