Sábado, 23 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

ENTRE ASPAS > OBSERVAÇÃO DO LEITOR

Quando a mídia exagera a dose

Por lgarcia em 07/09/2011 na edição 658

Notícia do site R7 (30/8): “Sapo gigante aterroriza Malásia”. Síntese da informação: um nativo malaio prendeu, na região montanhosa de Gemencheh, na Malásia, um enorme sapo de cerca de 20 kg, que corresponde ao tamanho de uma criança de quatro anos de idade. Um turista inglês quis comprá-lo e o malaio pediu mais de R$ 500. O turista não pagou e solicitou tirar um uma foto do animal. No dia seguinte, arrependido e com o dinheiro em mãos, voltou para comprá-lo. Para sua surpresa, na noite anterior, fora servido no jantar.

Titular um texto jornalístico não é muito fácil até mesmo para os mais experientes profissionais do ramo. Um bom título precisa ser eficaz e exato. Ou melhor, é o resumo do texto jornalístico. O título da notícia é exagerado. Por quê? Passa a ideia errada que o fato inusitado causou pânico e terror na população pelo país. O que não é verdade. Ao ver a imagem do ser, vê-se que houve imprecisão e interpretação ambígua na chamada. Na realidade, o que chama atenção das pessoas é o seu enorme tamanho. Afinal, não é todo dia que se vê um anfíbio desse porte. Logo, é exagero dizer que causa pânico e terror na população. Enfim, o título da matéria é uma hipérbole ante o fato em si. (Ricardo Santos, jornalista e professor, São Paulo, SP)

 

Veja e seu affair com a direita

A revista Veja não consegue mais disfarçar o seu caso de amor. Como uma adolescente apaixonada que se esconde atrás das cortinas para assistir a passagem do amado, não consegue manter mais segredo do seu affair com a direita. Editores, repórteres e entrevistados têm servido muito bem aos propósitos da revista. Na edição de 13 de julho de 2011 ela praticamente se superou, estampando nas “amarelinhas” a entrevista com o filósofo Luiz Felipe Pondé. O editor Jerônimo Teixeira foi o autor da façanha. Ele afirmou, logo no início da pingue-pongue com o filósofo, que “Pondé é um crítico da dominância burra que a esquerda assumiu sobre a cultura no Brasil”. Teixeira deixa Condé à vontade para manusear a sua metralhadora. O filósofo, hábil na arte de atirar, diz, em outro momento, que, para a esquerda, “porco é sempre o capitalista, o burguês”, não poupando nem o clero que se bandeou para o outro lado.

O jornalista Jerônimo Teixeira parece ter esquecido as simples regras da profissão. Não quis pesquisar a história dos verdadeiros esquerdistas, os que preferiram se afastar de falsos partidos vermelhos, como o PT, e ficar atrás dos bastidores. Esqueceu ainda, na pressa de ser servil aos seus patrões, que a dominância burra é muito comum, sim, mas entre aqueles que Veja defende com unhas e dentes e estão acabando com o país. (Gérson Siqueira, jornalista, São Paulo, SP)

 

As capas de Veja

Veja se mantém com capas sensacionalistas porque o leitor gosta. Não presta atenção na “intenção” por trás do título da matéria. Como falta cultura (no sentido amplo) ao leitor, a qualidade na grande imprensa não precisa ser corriqueira. (Alecir Simões de Mendonça, securitário, Rio de Janeiro, RJ)

 

Devolução dos valores de corrupção

Bom que temos no Congresso proposta ou projeto de lei de tornar hediondos os crimes de corrupção. Correto. Mas melhor ainda seria fortalecer cada vez mais órgãos de investigação específicos para localizar os produtos ou valores e devolver aos cofres públicos. O que não fosse devolvido seria inscrito numa espécie de dívida ativa. Se não cumprem pena, depois vão gastar o dinheiro e rir nas nossas costas e, mesmo depois de cumprir a pena, sempre que estes ou seus familiares adquirirem qualquer bem seria bom investigar para poder liquidar tal débito – pois uma coisa é o crime e outra é o dinheiro desviado. Sugiro a toda mídia mostrar não só a prisão que já está nos planos dos bandidos, mas também ajudar a encontrar para promover a devolução do dinheiro. (David Martins da Silva, servidor público estadual, Vitória, ES)

 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem