Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Quem, quando, onde?

Por Bruno Blecher em 18/07/2005 na edição 338

Quem assistiu pela TV Globo a eletrizante final da Taça Libertadores da América, na semana passada, ficou sem entender parte da festa do tricolor no Morumbi. Enquanto o jogador Amoroso pulava na frente das câmaras como uma enorme chave da mão, Galvão Bueno comentava outros detalhes do jogo.


Para não citar o nome do patrocinador, a Toyota, a Globo simplesmente ignorou o prêmio concedido ao melhor jogador da competição. Ou seja: o telespectador da Globo ficou sem a informação, e muitos só entenderam a euforia de Amoroso no dia seguinte, ao ler o jornal.


Não citar marcas faz parte do manual de jornalismo da TV Globo, embora suas novelas, nos últimos anos, tenham se transformado em um mercado persa sob as luzes do merchandising. Tudo bem, cada qual com a sua política. O problema é que, muitas vezes, para cumprir esta regra, a Globo passa por cima da notícia. Por exemplo, nas feiras de negócios. Embora o jornalismo da emissora faça a cobertura de muitas dessas feiras, o repórter simplesmente omite uma informação básica do jornalismo: onde.


Lugar nenhum


O pior é que a Globo começa a fazer escola. No último dia 4 de julho, o site AgroPauta, vinculado ao Instituto Para o Desenvolvimento do Jornalismo (Projor), promoveu em São Paulo um seminário sobre o mercado de carbono e o Protocolo de Kyoto, destinado a jornalistas. Participaram, entre outros, o ministro Roberto Rodrigues, da Agricultura, e o secretário paulista do Meio Ambiente, José Goldemberg.


Os principais jornais de São Paulo, caso da Folha de S.Paulo, Valor Econômico e Gazeta Mercantil, abriram bom espaço para as declarações de Rodrigues, Goldemberg e os cientistas presentes ao evento. Mas omitiram parte da notícia a seus leitores: simplesmente não citaram que todos eles (o ministro, o secretário e os cientistas) participavam de um seminário na BM&F promovido pelo AgroPauta. Quem leu o texto da Folha de S.Paulo, por exemplo, ficou sem saber onde o ministro e o secretário se encontraram: em São Paulo, Brasília ou em um café em Paris.

******

AgroPauta

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem