Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

FEITOS & DESFEITAS >

Receita de ‘recortagem’

Por Altino Machado em 03/06/2008 na edição 488

O UOL e a BBC reproduziram na quinta-feira (29/5) o furo internacional que este modesto jornalista deu com a reportagem publicada na semana retrasada por Terra Magazine sobre uma das últimas tribos isoladas da Terra, os ‘índios invisíveis’, que foram fotografados em Feijó (AC) e reagiram a flechadas contra um avião.

– Altino, desde que a sua reportagem foi publicada no seu blog e em Terra Magazine, meu telefone não pára de tocar cinco minutos. São ambientalistas, advogados, amigos de faculdade e jornalistas de rádios, jornais e TVs do Brasil e do exterior. Estou vivendo os meus 15 minutos de fama para chamar a atenção para a vulnerabilidade de nossa fronteira com o Peru, onde os madeireiros estão causando danos graves à floresta e aos índios isolados. O pior de tudo é que eu falo uma coisa e eles escrevem outras – disse o sertanista José Carlos dos Reis Meirelles.

A reportagem do UOL (leia aqui), feita por telefone, a partir de São Paulo, sequer confere o crédito das fotos ao repórter fotográfico Gleilson Miranda, da Assessoria de Comunicação do Governo do Acre, mas à agência AP. Quer dizer que a AP está comercializando as fotos? Miranda não faria isso sendo funcionário do governo.

Por sua vez, quem diria, a BBC (leia aqui) diz que as fotografias de um grupo isolado de índios na Amazônia foram divulgadas ‘pela primeira vez’ por um funcionário da Funai, que sobrevoou a região em uma missão financiada pelo governo do Acre.

Ninguém menciona que Terra Magazine foi a primeira a publicar reportagem e as tais fotografias. Como vocês podem ver, a sordidez e a má fé da imprensa perpassam Rio Branco, São Paulo e Londres.

Episódio recorrente

Êta racinha miserável. Espera passar um tempo (cinco dias) e depois publica como se fosse furo deles. Seguem tratando a Amazônia como uma terra exótica, pois não aprofundam na questão que mais preocupa ao sertanista José Carlos dos Reis Meirelles Júnior, que é ‘O começo do fim da Amazônia peruana‘, publicado por Terra Magazine antes do furo internacional de sua reportagem.

Leiam a mensagem que recebi do jornalista Tom Phillips, correspondente no Brasil do diário inglês The Guardian:

– Caro Altino, tudo bem com você? Você tem o contato do José Carlos dos Reis Meirelles Júnior por acaso? Um grande abraço.

E assim foram dezenas de outros pedidos de contato com o sertanista que atendi por causa da reportagem sobre os índios isolados. Os russos são honestos. Confira aqui. Ou o brasileiro José Murilo Júnior, do Global Voices.

O episódio me fez lembrar de outra reportagem que foi um furo internacional: o incêndio de Roraima, em março de 1998, quando eu era correspondente da Folha de S.Paulo em Manaus. Ao encontrar comigo em Boa Vista, o correspondente do Le Monde no Brasil à época foi logo se explicando:

– Meu caro, usei o seu relato todo e foi a primeira vez que o Brasil foi manchete do jornal.

O pessoal que faz ‘recortagem’ a partir do que escrevo já tinha feito o mesmo comigo no começo deste mês. Leia o post ‘Bonito de ver e muito singular‘.

******

Jornalista, Rio Branco, AC

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem