Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1067
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Relações suspeitas na publicidade federal

Por Alexandre Oliveira em 04/08/2009 na edição 549

O governo federal acaba de protagonizar o maior escândalo da área de comunicação do país. Para usar um bordão muito comum nestes tempos, ‘nunca antes na história deste país’ ficaram tão evidentes as relações obscuras entre empresas beneficiadas pelo poder público e a contrapartida que as mesmas oferecem ao governo, seja através de Land Rovers, mesadas ou, agora, na área de publicidade.

A certeza da impunidade é tamanha que o governo abandonou de vez a cautela e apresentou ao país uma novidade: o financiamento privado de campanhas publicitárias governamentais. Trata-se de anúncio veiculado recentemente e que pode ser visto aqui.

Ao assistir à propaganda, o cidadão distraído acredita estar diante de um anúncio do Ministério das Comunicações. Veja o texto do anúncio:

‘Em São Gabriel da Cachoeira, as pessoas estão sempre olhando para ver quando as chuvas vão chegar. Mas hoje elas estão de olho em outro sinal que vem do céu. A partir de agora, o Chico e seus amigos vão poder olhar muito mais longe. Por iniciativa do Ministério das Comunicações, que executa o maior programa de inclusão digital da América Latina, milhões de brasileiros que vivem nos lugares mais distantes deste país estão descobrindo a internet via Embratel. São mais de 12 mil pontos recebendo via satélite tudo o que a internet tem de bom. Agora, em São Gabriel, até a chegada das chuvas eles vão saber antes. Embratel ligando o brasileiro ao mundo digital.’

Cobertura nacional

A surpresa vem no final, como você pode ler acima, quando ficamos sabendo que a publicidade do Ministério das Comunicações é paga não pelo governo federal, mas por uma empresa privada, no caso a Embratel.

É um escândalo. Onde está o Ministério Público Federal?

Quer dizer que uma empresa privada vence uma licitação pública ou é escolhida por outro instrumento qualquer, para realizar uma obra ou prestar algum tipo de serviço qualquer, e devolve a gentileza pagando a propaganda do Ministério que atende?

Daqui a pouco, as empreiteiras vão pagar uma campanha de televisão das obras do PAC, com os elogios mais tendenciosos ao próprio governo federal.

Veja que não estamos falando de anúncios pontuais em que empresas divulgam suas participações em obras ou empreendimentos, geralmente no momento de inaugurações. Estamos falando de uma campanha de TV com cobertura nacional. Quanto custa isso? Quanto custa o contrato da Embratel com o Ministério?

******

Publicitário, São Paulo, SP

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem