Domingo, 21 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Revistas de fofocas invadem ex-União Soviética

01/09/2006 na edição 396

Os mais recentes produtos de exportação dos EUA para seus ex-adversários comunistas são revistas de fofocas de celebridades, noticia Katharine Q. Seelye [The New York Times, 28/8/06]. A Us Weekly lançará sua edição russa na próxima segunda-feira (4/9). Leitores do Azerbaijão ao Uzbequistão, além dos Bálticos, poderão agora acompanhar as novidades e bizarrices dos casais Tom Cruise/Katie Holmes e Brad Pitt/Angelina Jolie.


A empresa de mídia Wenner Media, proprietária da Us Weekly, já está em negociações para publicar a Rolling Stone na ex-União Soviética. ‘A Rússia teve um grande influxo da cultura de celebridades ocidentais e a Wenner já tem uma relação com ela por conta do acordo da Rolling Stone; além do mais, a publisher russa queria a revista [Us Weekly]’, explicou Janice Min, editora da Us Weekly. ‘A indústria de revistas de fofocas está no começo naquela região, então é uma grande oportunidade’, avalia.


As revistas de celebridades nos EUA são uma das poucas categorias que apresentam aumento em sua circulação. Mas, na medida em que a competição doméstica se intensifica, o mercado exterior pode oferecer maiores vantagens para o crescimento do que o mercado local. A Us Weekly está sendo lançada na ex-União Soviética com uma tiragem relativamente pequena de 100 mil exemplares nas bancas (a Rolling Stone na Rússia teve tiragem de apenas 71 mil). Janice afirmou que o próximo alvo da Us Weekly pode ser a Ásia ou América Latina.


Na Rússia, a revista será chamada Us Magazine, porque circulará inicialmente duas vezes ao mês. A publicação terá matérias dos EUA, mas terá também sua própria equipe e cobrirá celebridades russas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem