Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

FEITOS & DESFEITAS > TURQUIA

Tribunal ordena bloqueio do YouTube

08/03/2007 na edição 423

Tribunal turco determinou bloqueio ao sítio de compartilhamento de vídeos YouTube na quarta-feira (7/3) após a recomendação de um promotor por causa de clipes que insultariam o fundador da Turquia moderna, Mustafa Kemal Ataturk. A Turk Telekom, maior provedor de telecomunicações do país, afirmou que a companhia atendeu a ordem instantaneamente. ‘Nós não estamos em posição de dizer se o que o YouTube fez foi um insulto, ou se estava certo ou errado’, afirmou o presidente da empresa, Paul Doany. ‘Uma decisão do tribunal nos foi entregue, e nós estamos fazendo o que esta decisão determina’.


Na semana passada, a imprensa do país divulgou a existência de uma ‘guerra virtual’ entre gregos e turcos no YouTube, com pessoas dos dois lados postando vídeos depreciativos e ofensivos. O clipe que levou ao bloqueio afirmaria que Ataturk e o povo turco eram homossexuais. O sítio da CNN no país abriu um link para que turcos reclamassem diretamente ao YouTube sobre o suposto insulto.


Segundo a primeira página de quarta-feira do jornal Hurriyet, milhares de pessoas haviam escrito ao sítio e os vídeos sobre Ataturk haviam sido removidos da página. ‘O YouTube entendeu o recado’, dizia a manchete. Na Turquia, insulto a Ataturk ou à ‘identidade nacional’ é crime. Enquanto o país tenta se unir à União Européia, críticos alertam que as autoridades não têm feito o suficiente para conter o nacionalismo extremista e para proteger a liberdade de expressão. Informações da AP [7/3/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem