Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº959

FEITOS & DESFEITAS > IMPRENSA CAPIXABA

Um bom exemplo

Por Victor Gentilli em 25/09/2007 na edição 452

Na quarta-feira (19/9), o diário A Gazeta, de Vitória (ES), trouxe, sem chamada de primeira página, uma ampla reportagem sobre uma suposta igreja que mantém seus fiéis isolados, sem contato sequer com familiares, num edifício da capital capixaba. A matéria foi um trabalho em equipe que envolveu pelo menos cinco repórteres e ocupou mais de duas páginas do jornal.


A Gazeta continuou informando sobre a igreja – denominada Tabernáculo Vitória – até a edição de sábado (22). No domingo, por conta do fechamento antecipado e das matérias frias, não deu nada. Segunda-feira, retornou ao assunto.


Iniciativa meritória


Seu maior concorrente no estado, A Tribuna, não citou a matéria inicial de A Gazeta mas tampouco se fez de avestruz. Noticiou o caso e igualmente manteve a cobertura até sábado.


Aliás, o assunto foi iniciado por A Tribuna, que publicou uma matéria em 15 de maio, mas, inadvertidamente, esqueceu o assunto. Num esforço de reportagem como há muito não se via, A Gazeta recuperou o tema e hoje os dois jornais acompanham o dramático caso.


Crítica de mídia não precisa apenas indicar problemas. Certamente tem que chamar a atenção para as iniciativas meritórias. É este o caso. Estamos acompanhando e estudando o assunto em nosso grupo de pesquisa na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

******

Jornalista, professor do curso de Jornalismo da UFES

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem