Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

FEITOS & DESFEITAS > HQ

Xaxado e a crítica social

Por Wemerson Augusto em 03/06/2008 na edição 488

‘Caro amigo Wemerson. Hoje completam-se 10 dias que saí do hospital e estou me recuperando bem. Ainda não deu para ir ao estúdio, mas esta semana, com fé em Deus, irei. Muito obrigado pelos votos de melhora e pela preocupação. Deus lhe pague. Cedraz’.

Esta é a resposta de Antonio Luiz Ramos Cedraz – autor das histórias em quadrinhos da Turma do Xaxado, considerada pela crítica uma das principais publicações regionalistas do nordeste brasileiro – dada a este que vos escreve. A resposta de Cedraz aconteceu por meio de correio eletrônico, em 19/05, após sua saída do hospital.

A simplicidade e originalidade do autor em muito se assemelha aos seus personagens, entre eles Xaxado, Zé Pequeno, Marieta, Marinês, Artuzinho e Capiba. Seres que dão vida, humor e significado também à cultura baiana.

Produção educativa

Em tempos em que a crítica fica cada dia mais reservada às charges, cartuns e tiras, ler os quadrinhos da Turma do Xaxado pode ser uma fascinante experiência crítica. Diversas problemáticas são tratadas e repercutidas nos sonhos e ilusões dos jovens personagens.

A publicação consegue fazer uma sintonia ímpar do espírito brasileiro às incursões cangaceiras pelo país. O título da história é uma alusão, segundo Cedraz, à dança dos cangaceiros. E o jovem Xaxado, um dos protagonistas principais, é neto de um reconhecido cangaceiro que seguia o bando de Virgulino.

Contabilizadas, ao todo já são quase 3 mil tiras produzidas pela turma. Inicialmente, o jornal A Tarde (BA) foi o primeiro periódico a ceder espaço ao traço de Cedraz. Em seguida, surgiram trabalhos para ilustração de livros e produções educativas. Logo depois, o Diário do Nordeste (CE) e Jornal do Rio Grande do Sul (RS), se entusiasmaram pela arte do Xaxado.

Sonhos para comemoração

Hoje, são diversas publicações e sites que disponibilizam aos leitores algum tipo de material produzido pelo estúdio de Cedraz. Estão previstos ainda para este ano o lançamento de novos livros, teatro, desenho animado, roupagem nova no site e o licenciamento de produtos.

Estes são apenas alguns sonhos do baiano de Miguel Calmon para comemorar os 10 anos da Turma do Xaxado. Sedimentaram estes anseios as tramas de seus primeiros heróis: Tarzan, Super-Homem, Capitão Marvel e Fantasma.

******

Jornalista, especialista em Linguagem, Cultura e Ensino, Foz do Iguaçu, PR

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem