Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

IMPRENSA EM QUESTãO > POLÍTICA ONLINE

Campanha americana ganha força na rede

19/02/2007 na edição 421

Na época das eleições primárias nos EUA, com os candidatos lançando suas candidaturas dentro de seus partidos, historicamente a competição era apenas por equipe e dinheiro. Este ano, os candidatos brigam também por apoio online. A guerra das campanhas políticas das eleições presidenciais de 2008 já começou na rede. Candidatos democratas e republicanos estão comprando espaço em ferramentas de busca, blogs e outros sítios populares para tentar aumentar a base de eleitores, noticia Amy Schatz [The Wall Street Journal, 14/2/07].

Com 18 candidatos competindo na disputa pela Casa Branca, a eleição do próximo ano promete ser uma grande oportunidade de lucros – e não apenas para emissoras de TV. ‘No momento, está acontecendo uma eleição primária nos blogs’, diz Henry Copeland, fundador da Blogads, serviço de publicidade que automatiza o processo de colocar anúncios em blogs em troca de 30% dos lucros.

Um dos candidatos mais agressivos na internet tem sido o democrata John Edwards, da Carolina do Norte, que contratou diversos blogueiros para trabalhar em tempo integral. Em dezembro, ele já havia começado a colocar anúncios em blogs políticos. Do lado republicano, o senador John McCain também já colocou anúncios em sítios conservadores. Assim como na campanha de 2006, os candidatos estão anunciando também no Google – pagando, algumas vezes, para que o nome deles apareça quando uma procura é feita sobre o nome dos rivais.

Terreno obscuro

Tudo isto, no entanto, ainda é muito novo. Quando a senadora Hillary Clinton lançou sua campanha pela nomeação democrata na rede, seu comitê comprou diversos anúncios em blogs políticos populares, convidando pessoas a gravar vídeos que eram postados em seu sítio. O procedimento, no entanto, não agradou a alguns blogueiros democratas, que se sentiram ofendidos por terem sido ignorados, enquanto alguns blogs conservadores tiveram espaço comprado pela equipe de Hillary.

Mesmo assim, o dinheiro gasto com publicidade na rede ainda é pequeno quando comparado ao gasto em rádio e TV. Os blogs mais lidos ainda cobram relativamente pouco por anúncios. Um espaço comprado no sítio DailyKos, por exemplo, custa US$ 2.900, e no videoblog Hotair.com, US$ 250 – um comercial de 30 segundos na TV sai em torno de US$ 100 mil por semana.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem