Sábado, 19 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

IMPRENSA EM QUESTãO > CÚPULA DO MERCOSUL

Chávez investe contra O Globo

Por Alberto Dines em 22/01/2007 na edição 416

O governo brasileiro parece não estar preocupado com a velocidade do processo autoritário na Venezuela. O presidente Lula mencionou no encerramento da Cúpula do Mercosul, no Rio, a necessidade de se aceitar o que ele chamou de ‘pluralismo ideológico’, mas Caracas está fabricando um pluralismo institucional, e isto é muito mais complicado. Nós somos uma democracia e a Venezuela parece empenhada em mostrar que muito em breve deixará de sê-lo.


Parceiros tão diferentes podem não ter problemas agora, mas amanhã certamente vão se estranhar. O pior é que em nome da integração regional o governo brasileiro está se acostumando a engolir todos os sapos. O pronunciamento do caudilho contra a mídia brasileira na sexta-feira (19/1) foi uma clara intervenção em nossa vida e soberania.


Todo-poderoso


Dirão alguns que Chávez reclamou apenas contra um veículo nacional, O Globo, cuja manchete leu, parece que entendeu e não gostou. Não importa: como hóspede do país, o magnata do petróleo não tem o direito a imiscuir-se em nossa vida; não tem o direito, sobretudo, de investir contra setores ou entidades que gozam de todas as garantias constitucionais.


Mas como o presidente Lula foi à Venezuela falar mal da nossa imprensa, seu colega achou-se no direito de imitá-lo. A mídia venezuelana não está neste momento em condições de contestar o todo-poderoso chefão. Nós temos obrigação de fazê-lo.


***


Homenageado, Chávez ataca mídia brasileira


Copyright Folha de S.Paulo, domingo (20/1/2007)


Em um discurso de duas horas e nove minutos de duração, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, fez ontem à noite no Rio um virulento ataque aos meios de comunicação do Brasil e da América Latina. Chávez identificou a mídia ao ‘imperialismo norte-americano’ e às ‘oligarquias sul-americanas’. ‘Por mais dinheiro que gaste a oligarquia,com seus jornais, com suas estações de rádio ou suas televisões muito poderosas, acontece que os povos despertaram.’


Ele afirmou que a cobertura jornalística sobre seus atos faz parte da ‘estratégia inimiga’ de ‘impedir que a idéia da revolução bolivariana tenha impacto’. Pregou: ‘Épreciso pulverizar a estratégia inimiga’. Antigo coronel do Exército, o presidente citou o herói da independência da Venezuela e de outros países da região Simón Bolívar (1783-1830): ‘É como uma guerra. Uma artilharia. Simón Bolívar dizia que a imprensa é a artilharia do pensamento.Temos que ganhar a batalha ideológica’. Acrescentou: ‘O jornalismo de hoje é subordinado na maior parte das vezes a interesses contrários ao povo e à pátria. Com exceções honrosas, claro. Refiro-me aos grandes meios de comunicação’. O presidente fez as afirmações no momento em que a oposição o acusa de promover um cerco à liberdade de imprensa em seu país. Há dias ele anunciou que o governo não renovará em maio a concessão da rede de televisão RCTV, acusada de apoiar o golpe de Estado fracassado em 2002. Ontem reafirmou o fim da concessão.


Chávez fez as declarações na Assembléia Legislativa do Rio, ao receber a medalha Tiradentes. O autor da iniciativa foi o deputado Paulo Ramos (PDT). O alvo central dos ataques do líder venezuelano foi o jornal ‘O Globo’. Com o diário na mão, citou título e subtítulo da primeira página da edição de ontem: ‘Declaração do Mercosul vai pedir respeito à democracia; documento é assinado em plena escalada autoritária de Hugo Chávez’. Antes, citou a Em seguida, disse que o jornal o fustigou ‘com veneno’. Quando o público de cerca de 500 pessoas começou a vaiar o diário, Chávezvaiou também e disse: ”O Globo’, não tenho dúvidas de dizer, é inimigo do povo brasileiro. É inimigo do povo latino-americano’. Foi aplaudido pelo presidente da Casa, Jorge Picciani (PMDB). A assistência pediu: ‘Rasga, rasga!’. Chávez, jornal à mão, respondeu: ‘O papel não tem culpa’. Ele disse que ‘os fascistas queimavam livros’ e não rasgou. O público gritou: ‘O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo’ e ‘Brizola, Chávez, a luta continua’. O presidente prosseguiu: ‘Os oligarcas donos de ‘O Globo’ tratam de me desfigurar.


Eles são os desfigurados […] ‘O Globo’ não faz mais que cumprir o mandato do amo imperialista’. Quando citou Lula, parte da platéia vaiou o presidente do Brasil, e Chávez o defendeu. Procurado pela Folha, ‘O Globo’ fez uma breve manifestação: ‘O que a gente faz aqui é jornalismo’, disse o editor-executivo Ascânio Seleme. Depois da ida à Assembléia, Chávez visitou o arquiteto Oscar Niemeyer. Voltaria ainda ontem à noite para Caracas.

Todos os comentários

  1. Comentou em 27/01/2007 Martine Morais Morais

    Para desespero desta esquerda ditadora, disfarçada de socialista, temos ai um novo Lula.

    Tudo leva a crer, que Lula irá se aliar aos países ricos e dar uma BANANA para esse Mercosul que só tem países que mas querem tirar do Brasil que nos dar. SABE DE UMA COISA!! Lula estar indo pelo caminho certo. Para que se aliar a esses visinhos egoístas, e que o interesse deles é simplesmente tirar só vantagens do Brasil. Nossos visinhos tentam impor uma imagem que o Brasil precisa mais deles, do que eles do Brasil. Mas uma coisa é certa, ELES ESTÃO ENGANADOS. Espero que Lula acorde e se alie a países que tem a nos dar e não a nos tirar. Também estamos observando que Lula estar se afastando do Ditador Hugo Chávez, e até fotos oficiais, Lula evita de tirar ao lado dele. Valeu Lula, você estar indo pelo caminho certo, ficar ao lado de quem tem, e não de quem quer nos tirar. Martine Morais Universitária 22 Anos
    Fortaleza-Ce.

  2. Comentou em 27/01/2007 Martine Morais Morais

    Para desespero desta esquerda ditadora, disfarçada de socialista, temos ai um novo Lula.

    Tudo leva a crer, que Lula irá se aliar aos países ricos e dar uma BANANA para esse Mercosul que só tem países que mas querem tirar do Brasil que nos dar. SABE DE UMA COISA!! Lula estar indo pelo caminho certo. Para que se aliar a esses visinhos egoístas, e que o interesse deles é simplesmente tirar só vantagens do Brasil. Nossos visinhos tentam impor uma imagem que o Brasil precisa mais deles, do que eles do Brasil. Mas uma coisa é certa, ELES ESTÃO ENGANADOS. Espero que Lula acorde e se alie a países que tem a nos dar e não a nos tirar. Também estamos observando que Lula estar se afastando do Ditador Hugo Chávez, e até fotos oficiais, Lula evita de tirar ao lado dele. Valeu Lula, você estar indo pelo caminho certo, ficar ao lado de quem tem, e não de quem quer nos tirar. Martine Morais Universitária 22 Anos
    Fortaleza-Ce.

  3. Comentou em 24/01/2007 glaura dantas

    Eu iria adorar se o Lula tivesse a metade da coragem do Chavez …

  4. Comentou em 23/01/2007 Kleber Carvalho

    Segue uma pequena amostra das concessões de canais televisivos com vencimento no ano de 2007
    Globo: Brasília, Jataí, Recife, Rio De Janeiro, São Paulo dentre outras.
    Band: São Paulo
    Record: São Paulo
    são 28 emissoras de TV, 80 emissoras de rádio FM, e 73 emissoras de rádio AM. Fonte: http://fndc.org.br

  5. Comentou em 23/01/2007 Paulo Mora

    É, o sofisma prossegue como figura predominante dos comentários. Deve ser difícil ser reacionário e míope nos tempos atuais, onde o povo decide diferente da vontade das elites. Lembrando apenas que a DITADURA que aconteceu no Brasil (Chile, Argentina, etc.) foi de direita, matou, torturou e dilapidou patrimônio, deixando ossadas perdidas e alguns suspirantes que ainda estrebucham aqui nos comentários.

  6. Comentou em 23/01/2007 Menjol Almeida

    Quero sugerir ao OI que dê mais espaço ao geólogo José Antonio do que a Alberto Dinardi, fundador do Defensório da Imprensa.

  7. Comentou em 23/01/2007 Hudson Lacerda

    Dines, se quer alguma credibilidade para seus textos, deveria embasá-los em fatos e aprofundá-los. Senão, do jeito que está, só posso supor que você se vendeu aos saqueadores plutocratas do Norte (os asseclas de ‘El Diablo’, ou o ‘Debil’ como queira) que ‘democratizaram’ recentemente o Iraque. Considero Hugo Chávez Frías uma figura imprescindível no cenário político internacional, em especial na luta contra a plutocracia imperialista fantasiada de democracia. Será que o que está escrito acima é tudo o que Dines conseguiu extrair de construtivo do encontro do Mercosul?
    http://www.consciencia.net/2005/mes/03/johnperkins-eua.html
    http://www.acaopopularsocialista.org.br/entrevistas/43.htm
    http://vermelho.org.br/base.asp?texto=12470
    http://hl33.dinaserver.com/hosting/juantorreslopez.com/jtl//index.php?option=com_content&task=view&id=417&Itemid=45

  8. Comentou em 22/01/2007 Luciano Baia Meneghite

    Qualquer pessoa bem informada,já viu esse filme.Chaves a exemplo de Leonel Brizola,por mais que lute pela justiça,pela democracia,pelo respeito ao povo,será sempre acusado,desmerecido e tendo suas opiniões e ações distorcidas pela mídia podre e servil.

  9. Comentou em 22/01/2007 Luciano Baia Meneghite

    Qualquer pessoa bem informada,já viu esse filme.Chaves a exemplo de Leonel Brizola,por mais que lute pela justiça,pela democracia,pelo respeito ao povo,será sempre acusado,desmerecido e tendo suas opiniões e ações distorcidas pela mídia podre e servil.

  10. Comentou em 22/01/2007 Júlio César Montenegro

    Dines, você só pode estar de gozação! A veja, os globos escritos e falados, as folhas e o escambau da mídia aloprada brasileira não só esculhambam autoridades non gratas a ELLA dentro e fora do Brasil como NENHUM de VOCÊS invoca leis e outras conveniências. Pode criar ‘caçador de marajás’; pode demonizar o MST; pode editar debate safadamente; pode publicar foto de ‘montanha de dinheiro’ enquanto esconde ‘dossiê’ que alega fajuto SEM MOSTRAR; pode expor filha do Lula e esconder filho do FHC; pode derrubar Marta prefeita e proteger Serra prefeito/governador e alckmin emburacador. Mas a verdade é que a mídia é da classe dominante. Está aí mesmo para espalhar mentiras do Bush (alardeando armas inventadas e escondendo a luta real pelo petróleo) e querer censurar verdades do Chavez. É assim que vocês criam condições para aumentar a votação em 10 milhões do Lula do 1° pro 2° turno com tramas, mentiras e puxassaquismo dos MESMOS DE SEMPRE HÁ 500 ANOS. Golpistas… Entreguistas… Fascistas… Tomara que NOSSAS chaves tranquem as fanfarras belicosas de vocês. E viva o socialismo aqui TAMBÉM.

  11. Comentou em 22/01/2007 Carlos Albuquerque

    Dines passou por uma lavagem cerebral. Deveria procurar informar-se sobre o golpe na Venezuela antes de falar tanta bobagem. E nem precisa ir longe, basta espiar o site do jornalista da Globo (é isso mesmo), Luiz Azenha: http://viomundo.globo.com/site.php?nome=PorBaixoPano&edicao=515

  12. Comentou em 22/01/2007 Carlos Albuquerque

    Dines passou por uma lavagem cerebral. Deveria procurar informar-se sobre o golpe na Venezuela antes de falar tanta bobagem. E nem precisa ir longe, basta espiar o site do jornalista da Globo (é isso mesmo), Luiz Azenha: http://viomundo.globo.com/site.php?nome=PorBaixoPano&edicao=515

  13. Comentou em 22/01/2007 Marco Tognollo

    1. Por acaso, ao chamar o Globo de mentiroso, de enganar os barsileiros, ele mentiu? Não.
    Sobre a nota do diretor do Globo, se ele tivesse dito ‘O que a gente faz aqui é propaganda política travestida de jornalismo’ seria mais realista.
    2. Dines, a RCTV não é acusada pelo Chavez de ser golpista. Há provas da participação no golpe, ainda que o Sr. ignore.
    3. ‘Não importa: como hóspede do país, o magnata do petróleo não tem o direito a imiscuir-se em nossa vida’ O grupo Time-Life teria?
    4. ‘não tem o direito, sobretudo, de investir contra setores ou entidades que gozam de todas as garantias constitucionais.’ Tá ok. criticar a imprensa é ser contra a mesma? Tude bem. vou interpretar as falas de Chavez da seguinte forma: Ele apenas fez uma balanço da imprensa brasileira, mais especificamente ‘O Globo’ e o Sr, que é um linchador o está fustigando, sem argumentos concretos. Te lembra alguma coisa num passado recente?
    5. Essa eu não poderia passar. A Veja – não pode ser mesmo tao confiavel, mas vamos lá – divulgou e a imprensa repercutiu a conversa dos pilotos americanos, aqueles mesmo que o Sr. disse ser pobres coitados que serviriam de bode expiatorio do governo. Pois bem, agora lhe pergunto: as ‘reportagens arrasadoras’ da E. Cantanhede (sempre é bom lembrar, aquela que ‘some’ com papeis das mesas dos outros)da FSP foram superadas pela matéria de Veja (e nao compre)?

  14. Comentou em 22/01/2007 Marco Tognollo

    1. Por acaso, ao chamar o Globo de mentiroso, de enganar os barsileiros, ele mentiu? Não.
    Sobre a nota do diretor do Globo, se ele tivesse dito ‘O que a gente faz aqui é propaganda política travestida de jornalismo’ seria mais realista.
    2. Dines, a RCTV não é acusada pelo Chavez de ser golpista. Há provas da participação no golpe, ainda que o Sr. ignore.
    3. ‘Não importa: como hóspede do país, o magnata do petróleo não tem o direito a imiscuir-se em nossa vida’ O grupo Time-Life teria?
    4. ‘não tem o direito, sobretudo, de investir contra setores ou entidades que gozam de todas as garantias constitucionais.’ Tá ok. criticar a imprensa é ser contra a mesma? Tude bem. vou interpretar as falas de Chavez da seguinte forma: Ele apenas fez uma balanço da imprensa brasileira, mais especificamente ‘O Globo’ e o Sr, que é um linchador o está fustigando, sem argumentos concretos. Te lembra alguma coisa num passado recente?
    5. Essa eu não poderia passar. A Veja – não pode ser mesmo tao confiavel, mas vamos lá – divulgou e a imprensa repercutiu a conversa dos pilotos americanos, aqueles mesmo que o Sr. disse ser pobres coitados que serviriam de bode expiatorio do governo. Pois bem, agora lhe pergunto: as ‘reportagens arrasadoras’ da E. Cantanhede (sempre é bom lembrar, aquela que ‘some’ com papeis das mesas dos outros)da FSP foram superadas pela matéria de Veja (e nao compre)?

  15. Comentou em 22/01/2007 Mariana Zanatta

    É típico do presidente Hugo Chávez tecer criticas severas, comentários duros. Seus discursos são caracterizados pelo tom agressivo, como já sabemos. Não me surpreende vê-lo criticando a imprensa brasileira. Entretanto, como critica algo que não conhece direito?
    Não tenho o objetivo de tornar um ou outro o vilão ou o mocinho da história, porque esta não é uma história maniqueísta. Não vou defender o jornal O Globo, apenas lembro que uma figura pública importante, como o presidente venezuelano, não pode abusar de sua liberdade de expressão, é isto que o torna polêmico e temido. Todas as suas palavras e seus atos, por menores que sejam, têm conseqüências. Da mesma forma, a Globo não pode criticar a imprensa venezuelana e assumir suas funções.
    A imprensa da Venezuela é tão livre quanto a nossa. O que será que isto significa? Significa que pregam a liberdade de expressão e, acima de tudo, a imparcialidade, mas todos sabemos que isso não existe, é da boca pra fora.

  16. Comentou em 22/01/2007 Bruno Barroso

    Esse texto está com a cara da revista Veja. Para aqueles que temem tanto o Chavez, boa noite e boa sorte. Endosso o comentário do colega Márcio.

  17. Comentou em 22/01/2007 Marina Michel

    Quão desconfortável é temer e sempre procurar problemas que ainda nem sequer existe. A mídia brasileira deveria parar de se sentir ameaçada por todo e qualquer ato político. Discute-se o que poderão fazer para acabar com a liberdade de imprensa e etc, discute-se a integridade da Mídia, enquanto as notícias vão ficando de lado e as pessoas já não sabem mais onde encontrar informação.

  18. Comentou em 22/01/2007 alvaro marins

    O presidente venezuelano está muito certo em criticar O Globo por desrespeitar de forma sistemática uma instituição soberana como a Presidência da Venezuela. Ele é um presidente eleito (e reeleito) com ampla maioria da população de um país vizinho e amigo. A forma boçal como a mídia o trata chega às raias do ridículo. Seria cômico se não fosse ideológico. Quando aquele repórter norte-americano tratou de forma desrespeitosa o nosso presidente, também amplamente eleito e (agora) releito com ampla maioria da população brasileira, os arautos da grande mídia se apressaram em defender… o repórter. Então não há nada a se estranhar no texto deste veterano defensor da mídia brasileira que não gosta nem um pouco do que Chávez e Lula representam: autodeterminação dos povos e liberdade de imprensa (mas também de opinião). É por isso que há tanta irritação por parte dos arautos da grande mídia quando seus alvos respondem à altura suas manifestações de ódio ideológico. Na liberdade de imprensa pregada por tais arautos a mídia tudo pode dizer e todos devem que aceitar suas opiniões como verdade. O que eles não perceberam é que estamos vivendo o fim do monólogo midiático.

  19. Comentou em 22/01/2007 alvaro marins

    O presidente venezuelano está muito certo em criticar O Globo por desrespeitar de forma sistemática uma instituição soberana como a Presidência da Venezuela. Ele é um presidente eleito (e reeleito) com ampla maioria da população de um país vizinho e amigo. A forma boçal como a mídia o trata chega às raias do ridículo. Seria cômico se não fosse ideológico. Quando aquele repórter norte-americano tratou de forma desrespeitosa o nosso presidente, também amplamente eleito e (agora) releito com ampla maioria da população brasileira, os arautos da grande mídia se apressaram em defender… o repórter. Então não há nada a se estranhar no texto deste veterano defensor da mídia brasileira que não gosta nem um pouco do que Chávez e Lula representam: autodeterminação dos povos e liberdade de imprensa (mas também de opinião). É por isso que há tanta irritação por parte dos arautos da grande mídia quando seus alvos respondem à altura suas manifestações de ódio ideológico. Na liberdade de imprensa pregada por tais arautos a mídia tudo pode dizer e todos devem que aceitar suas opiniões como verdade. O que eles não perceberam é que estamos vivendo o fim do monólogo midiático.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem