Terça-feira, 23 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO >

CNN ressalta importância da mídia para o terror

25/08/2006 na edição 395

A rede de TV americana CNN transmitiu, na quinta-feira (24/8), documentário sobre a al-Qaeda em que revela a obsessão da organização terrorista com sua estratégia de mídia. Apresentado pela incansável jornalista Christiane Amanpour, principal correspondente internacional da emissora, In the Footsteps of bin Laden (Nos passos de bin Laden, tradução livre) levou seis meses para ser produzido.


O documentário viaja por 10 países e quatro continentes, e ressalta o importante papel que a mídia ocidental representa para Osama bin Laden e seus parceiros. ‘Para se ter uma noção do quão importante a mídia ocidental era, um dos primeiros consultores de mídia de bin Laden usava o pseudônimo Abu Reuters. Era um dos principais subcomitês na estrutura da al-Qaeda. A mídia significava e ainda significa muito para eles’, afirma o produtor sênior Henry Schuster, que trabalhou com Christiane no programa.


In the Footsteps of bin Laden mostra a primeira e única coletiva de imprensa do líder terrorista, realizada em 1998 no Afeganistão. A CNN mostra também, pela primeira vez, a fatwa que dava ‘permissão’ para que a al-Qaeda atacasse os EUA. Ainda que o nome de bin Laden fosse desconhecido da maioria do público na década de 90, emissoras internacionais já competiam pela primeira entrevista com ele.


Audiência internacional


O feito foi conseguido pelo jornalista Peter Arnett, da CNN, em 1997. Arnett obteve permissão para entrevistar bin Laden no Afeganistão enquanto uma equipe da al-Qaeda filmava simultaneamente o encontro. Segundo Schuster, o líder e sua equipe ponderaram se dariam a entrevista para a CNN, a BBC ou para o programa 60 Minutes, da rede CBS. Escolheram a CNN porque queriam atingir a audiência nacional e internacional da rede de notícias. A entrevista concedida a Arnett foi a primeira ocasião em que bin Laden declarou guerra à América diante de uma emissora ocidental.


Schuster ressalta que os consultores da al-Qaeda são muito astutos quando se trata de estratégia de mídia. ‘Repare nas fitas que ficam aparecendo. Eles as divulgam depois de algum grande evento e, caso você perca a exibição, eles colocam uma versão integral com legenda em inglês na internet’, diz. ‘Eles não são burros. São estrategistas de mídia. Eles têm sua própria companhia de produção de TV, a al Sahab, e divulgam documentários engenhosos, como o sobre o aniversário das bombas de 7/7’.


In the Footsteps of bin Laden será reprisado pela CNN nos dias 2/9 e 3/9. Informações de Zoe Smith [Press Gazette, 24/8/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem