Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO >

Cobertura esportiva de uma nota só

15/09/2009 na edição 555

Leitores fãs de esportes costumam escrever para o Washington Post para criticar a cobertura excessiva de alguns times e o pouco espaço dado a outros. Em abril, o ombudsman do diário, Andrew Alexander, já havia tratado do assunto em sua coluna. No último domingo [13/9/09], o tema voltou à tona com a estreia da equipe de futebol americano Washington Redskins na temporada deste ano, em uma partida contra o New York Giants. Leitores acham que o Post dá atenção demais à equipe e que o diário gasta muito dinheiro com a cobertura de jogos insignificantes.

Desde que o período de treinamento teve início, em julho, o Post publicou a mesma quantidade de matérias sobre o Washington Redskins e sobre as reformas no sistema de saúde americano – o equivalente a um romance de 100 mil palavras. Enquanto leitores acham a cobertura excessiva, editores do Post discordam. ‘Há alguns leitores que dizem que estamos dando muito atenção à cobertura do Redskins e valorizo este feedback‘, afirmou o editor de esportes Matt Vita. A justificativa é que o interesse no time é imenso. Nos últimos anos, foram realizadas pesquisas que determinaram um ranking dos 15 times profissionais e universitários que mais despertam interesse de leitores. O Redskins ficou bem acima dos outros.

Mais recentemente, uma pesquisa do Post avaliou o interesse em 20 esportes profissionais, universitários e recreativos. Dentre os leitores da seção de esportes, a liga nacional de futebol americano (NFL) é a campeã disparada. O Redskins domina o número de páginas vistas do site do jornal. De setembro a maio, o tráfego para a página do Redskins foi três vezes maior que o do time de hockey Capitals e seis vezes o de basquete Washington Wizards. Entre os blogs de esportes, o Redskins Insider é o mais popular.

Anunciantes

Mas o grande interesse dos leitores não necessariamente aumenta a circulação do jornal. Segundo o vice-presidente de tiragem do Post, David C. Dadisman, ‘é difícil atribuir qualquer aumento consistente de vendas aos jogos ou cobertura do Redskins’. Os dados mais recentes mostram tiragem de 622.700 nos dias de semana e 858.100 aos domingos. Mas o interesse dos leitores por futebol americano ajuda a trazer anunciantes. ‘O interesse pela NFL e pelo futebol americano é muito grande’, diz o vice-presidente de publicidade do Post, Kenneth R. Babby.

Alexander levanta algumas hipóteses para a popularidade do time de futebol americano. Uma delas seria a falta de times fortes em Washington em outros esportes. A capital dos EUA ficou 33 anos sem um time na Liga Nacional de Baseball, até que o Nationals começou a jogar em 2005. O time de basquete Wizards não joga um campeonato da NBA desde que venceu o Washington Bullets em 1978. Já o Redskins venceu três edições do Super Bowl – principal evento de futebol americano do país. ‘Gerações de fãs passaram o amor pelo time a seus filhos, que passaram a seus filhos’, opina o vice-presidente do Redskins, Karl Swanson. ‘Temos uma base leal de fãs’. Segundo Alexander, a NFL é poderosa em todo o país e o Post não é o único jornal nacional a fazer uma grande cobertura do time profissional da cidade.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem