Sábado, 21 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

IMPRENSA EM QUESTãO > AUSTRÁLIA

Editor ameaçado por membro da al-Qaeda

25/01/2007 na edição 417

Hussein Khoshnow, editor-chefe do jornal australiano em língua árabe al-Furat, afirmou esta semana ter recebido ameaças por telefone, informa a Associated Press [24/1/07]. Segundo o jornalista, um homem que se identificou como representante da al-Qaeda na Austrália deixou mensagens em sua secretária eletrônica há cerca de 10 dias. Nos recados, ameaças de que a redação do al-Furat seria bombardeada e de que o editor e sua família seriam mortos.


O jornal, que tem circulação de 20 mil exemplares, publicou fotografias da execução de Saddam Hussein junto a textos celebrando a sentença recebida pelo ex-ditador iraquiano. Segundo Khoshnow, que se mudou do Iraque para a Austrália em 1995, o sotaque do homem que fez as ameaças parecia indicar que ele era do Iêmen ou da Síria.


‘Ele apóia Saddam Hussein e seu irmão, e falava em nome da al-Qaeda na Austrália’, explicou o editor. ‘Era um pouco truncado e bastante confuso, mas era isso que ele falava’. Khoshnow afirmou que não se intimidará com as ameaças. ‘É a segurança da minha família e a segurança da minha equipe, mas [isso] não nos impedirá de continuar a fazer o que fazemos’. A polícia do estado de New South Wales e a Australia Security Intelligence Organization investigam as ameaças.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem