Quarta-feira, 23 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO > ELEIÇÕES NOS EUA

Emissoras temem adiamento de debate

25/09/2008 na edição 504

Dois dias antes do primeiro debate entre os candidatos à presidência dos EUA, marcado para esta sexta-feira (26/9), o senador republicano John McCain pegou seu concorrente – e as emissoras de TV americanas – de surpresa. McCain afirmou que interromperia sua campanha para lidar com a crise financeira: cancelou participação no programa de entrevistas Late Show With David Letterman e declarou que gostaria de adiar o debate na Universidade do Mississippi, em Oxford.


‘Nós precisamos nos encontrar como americanos, não como democratas e republicanos, e precisamos nos encontrar até que a crise seja resolvida’, disse o candidato republicano, completando que sua equipe procuraria a equipe do democrata Barack Obama e a Comissão para Debates Presidenciais para adiar o debate até que haja alguma ação para solucionar a crise.


Obama não se sensibilizou com o pedido do rival. ‘Eu acredito que devamos ter o debate’, declarou ainda na quarta-feira, durante coletiva de imprensa na Flórida. ‘Eu acho que faz sentido nos apresentarmos ao povo americano para falar sobre a natureza do problema que estamos enfrentando’.


Alerta


A idéia de McCain – e a possibilidade de adiamento do debate – fez acender o botão de alerta nas emissoras americanas, com preocupações logísticas e financeiras. De fato, o adiamento traria mais gastos em uma campanha marcada por excessos. Há um mês, as emissoras tiveram que lidar com quase US$ 2 milhões em gastos extras quando os democratas decidiram mudar o discurso de aceitação de Obama na última noite da convenção do partido do Pepsi Center para o Invesco Field, um estádio aberto e maior.


Logo após o anúncio de McCain, executivos de emissoras passaram a esperar por mais notícias para saber que decisões tomar. Segundo Shepard Smith, âncora da Fox News, todas as redes de TV americanas já reorganizaram a programação em função do debate e têm tudo preparado para a cobertura do evento. ‘Milhares de pessoas já estão indo para Oxford, no Mississippi, a esta altura. Há sete meses [as emissoras] trabalham nisso’, diz.


O debate desta semana é o primeiro de uma série de três. O próximo encontro entre Obama e McCain está marcado para 7/10, em Nashville, e o último, para 15/10, em Hempstead, Nova York. O único debate vice-presidencial será em 2/10, em St. Louis. Informações de Paul J. Gough [Reuters/Hollywood Reporter, 24/9/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem