Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº991
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO > ITÁLIA

Governo muda pintura ‘obscena’ em coletivas

12/08/2008 na edição 498

O governo italiano mais uma vez tenta, de forma desengonçada, disfarçar a verdade para a mídia e o público de forma a atender a seus interesses. A verdade, neste caso, refere-se a uma imagem alegórica do século 18 pintada por Giovanni Battista Tiepolo (ou Giambattista Tiepolo, 1696-1770), que serve de cenário para coletivas de imprensa do governo na residência oficial do primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

Recentemente, segundo artigo de Elisabetta Povoledo [The New York Times, 5/8/08], a imagem foi retocada para cobrir um seio exposto que poderia ‘incomodar a sensibilidade de alguns espectadores’, disse Paolo Bonaiuti, porta-voz do primeiro-ministro, ao diário Corriere della Serra. ‘Aquele seio, aquele pequeno mamilo, aparece em evidência nas transmissões de TV’, afirmou. Bonaiuti disse que a retocagem é uma ‘iniciativa daqueles que cuidam da imagem do primeiro-ministro’.

A pintura chama-se ‘A Verdade Desvelada pelo Tempo’ e alguns anos atrás Berlusconi viu o trabalho, gostou, e pediu uma cópia digital para usar em suas coletivas de imprensa este ano, após iniciar seu terceiro mandato.

‘É um conceito maravilhoso, de que a passagem do tempo mostrará quem está certo e quem está errado’, disse Antonio Paolucci, diretor dos museus do Vaticano. ‘É a imagem perfeita para uma mensagem de governo.’ Paolucci, no entanto, ficou perplexo com a decisão de alterar a imagem. ‘Dentre sua coleção de esculturas e pinturas renascentistas, o Vaticano é cheio de nus’, disse.

Comentaristas de jornais ressaltaram que Berlusconi, que é dono de três das maiores estações de TV privadas no país, não se intimida em permitir livremente (e até estimular) a transmissão de mulheres nuas em seus programas.

Alessandra Bertuzzo-Lomazzi, gerente do museu cívico, acha que Berlusconi esqueceu-se da tradição. Do ponto de vista iconográfico, ‘a verdade é sempre retratada nua’, disse. ‘Não faz muito sentido querer apresentar esta alegoria e depois cobri-la. Poderiam ter escolhido outro assunto.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem