Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ENTRE ASPAS > POLÍCIA vs. O POPULAR

Jornal goiano sofre campanha na internet

Por Mauro Malin em 14/03/2011 na edição 632

Cileide Alves, editora-chefe de O Popular, de Goiânia, informou ao Observatório da Imprensa que o jornal sofre campanha no Orkut depois de ter sido vítima de uma tentativa de intimidação por parte da Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas) no dia 3/3 (ver Barra-pesada no jornalismo goiano). Trata-se de um folheto digital com a inscrição principal ‘PM de Goiás – o inimigo agora é a imprensa’. O folheto não tem assinatura.



O Popular noticiou desdobramentos da ‘Operação Sexto Mandamento’, da Polícia Federal, que resultou até aqui na prisão de 19 policiais-militares, entre eles o subcomandante da PM-GO, coronel Carlos Cézar Macário, acusados de formar um grupo de extermínio que atua há mais de dez anos no estado.


Na Assembléia Legislativa, informa o jornal, um projeto provocativo do deputado Major Araújo (PRB) foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça. Leia a notícia:




‘Projeto que desarma a PM passa na CCJ da Assembleia


Crítico ferrenho da Operação 6º Mandamento da Polícia Federal, que prendeu 19 policiais militares, o deputado estadual Major Araújo (PRB) conseguiu o aval da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa para levar ao plenário projeto de lei que proíbe a PM de usar arma de fogo de qualquer calibre. O deputado justifica sua proposta com uma provocação: ‘Se não é possível desarmar os bandidos, então desarmemos a PM. Se querem evitar as mortes causadas pelos policiais no cumprimento de seu dever, essa é a solução’, afirma. Seu projeto prevê que a Polícia Militar faça o patrulhamento ostensivo apenas com armas não-letais, como cacetetes, e, no caso da necessidade de confrontos armados, que a Polícia Civil tome a frente das operações. ‘Se o militar for surpreendido por bandidos armados, levanta as mãos e se entrega. Fazer o quê?’, diz. No projeto, Araújo classifica a operação da PF como ‘pirotécnica’ e diz que ela ‘ridicularizou’ a PM goiana.’

Todos os comentários

  1. Comentou em 14/03/2011 Weniskley Coutinho Mariano

    Esse Major Araújo está de brincadeira mesmo. Não sabe argumentar, só fica nessa defesa apaixonada dos criminosos presos.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem