Quinta-feira, 24 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO > REPÓRTER DO FUTURO

Jornalismo em situação de conflito armado

16/09/2008 na edição 503

Estão abertas as inscrições para o módulo ‘Jornalismo em Situação de Conflito Armado’, do Projeto Repórter do Futuro. No curso, realizado em parceria com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e com a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), os estudantes de jornalismo vão aprender sobre as normas internacionais aplicáveis em situações de conflito armado e outras situações de violência, além de entender como é o trabalho da imprensa nestes contextos. As inscrições para este módulo vão até o dia 19 de setembro, às 14 horas.

Serão 20 vagas oferecidas a estudantes de Jornalismo e outras 10 destinadas a observadores que poderão ser de qualquer curso de graduação. Todos os candidatos devem preencher a ficha de inscrição e participar do Encontro de Seleção que acontecerá no sábado, dia 20 de setembro, das 9 horas ao meio-dia, na Oboré. É importante lembrar que mesmo os interessados nas vagas de observadores deverão preencher a ficha de inscrição e comparecer ao encontro do dia 20 de setembro.

Correspondente em missão perigosa

Assim como os demais módulos do Projeto Repórter do Futuro, este curso adota o critério da Reembolsa, ou seja, é gratuito para os alunos que fazem e pago por aqueles que não fazem. Os nomes dos alunos aprovados serão divulgados na noite do dia 23 de setembro. Os estudantes terão até o dia 25, quinta-feira, para confirmar sua matrícula. Fará parte da confirmação o pagamento de cheque no valor de R$ 450,00 (Reembolsa), pós-datado para 8 de novembro – data da entrega dos certificados, avaliação e Reembolsas (veja critérios abaixo).

O curso abordará aspectos do Direito Internacional Humanitário úteis para o trabalho da imprensa, além de apresentar o perfil da ação humanitária do CICV em quase 80 países e discutir questões éticas, técnicas e jurídicas ligadas ao trabalho do correspondente em missão perigosa.

Este módulo é uma realização da Oboré, Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). Com ainda com o apoio formal do Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Sinpro-SP).

Critérios de Reembolsas

1°) Comparecer pontualmente a todos os encontros (veja cronograma abaixo) no Centro de Imprensa/Redação Escola da Oboré, Rua Rego Freitas, 454 – Vila Buarque.

2°) Produzir textos sobre cada encontro e enviá-los por e-mail a seus colegas de faculdade com cópia para reporterdofuturo@obore.com, até às 18 horas da terça-feira seguinte.

3º) Após a leitura do coordenador do curso, publicar reportagem sobre o assunto em qualquer veículo jornalístico que tenha um editor responsável até o dia 7 de novembro.

Cronograma:

20 de setembro, 9h – 12h

Encontro de Confraternização e Seleção dos Estudantes

23 de setembro – após 18h

Divulgação da lista de aprovados para o módulo

24 e 25 de setembro

Confirmação da matrícula com entrega do cheque pós-datado para 8 de novembro

27 de setembro, 9h – 12h

João Paulo Charleaux, jornalista responsável pela Comunicação do CICV para Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai, fala sobre o trabalho jornalístico em missões profissionais perigosas, correspondentes de guerra, normas internacionais de proteção aos jornalistas, Direito Internacional Humanitário, história da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e repertório básico de normas internacionais úteis para a cobertura de conflitos armados e de outras situações de violência.

04 de outubro, 9h – 12h

O coronel André Luis Novaes Miranda, comandante do Centro de Instrução de Operações de Paz do Exército, explica como o Exército brasileiro vê as normas humanitárias e a relação com a imprensa.

11 de outubro, 9h – 12h

Marcelo Beraba, jornalista membro da Abraji, é chefe da sucursal do jornal O Estado de S. Paulo no Rio de Janeiro. Ao longo dos últimos anos, Beraba passou pelos cargos de ombudsman e repórter especial do jornal Folha de S.Paulo, foi editor-executivo do Jornal do Brasil e do Jornal da Globo, da TV Globo. No curso, ele fala sobre os fundamentos da reportagem.

18 de outubro, 9h – 12h

O major PMDF Erich Méier Júnior, inspetor-geral da Força Nacional de Segurança Pública na Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, foi convidado a falar sobre as normas internacionais de direitos humanos e os princípios humanitários que regulam o uso da força e das armas de fogo pelas forças policiais no Brasil.

8 de novembro, 9h – 12h

Encontro para entrega do certificado, avaliação do curso e Reembolsas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem