Sábado, 23 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

IMPRENSA EM QUESTãO > PULITZER

Material online sim, mas nada de blogueiros

24/04/2006 na edição 378

A autorização da entrada de material online entre os concorrentes do Prêmio Pulitzer deste ano ajudou o diário Times-Picayune, de Nova Orleans, a levar a melhor na categoria de maior prestígio da premiação. O jornal, que teve instalações e equipamentos devastados pela inundação causada pelo Katrina, em nenhum momento interrompeu sua cobertura do furacão e suas conseqüências; quando não pôde imprimir e distribuir seus exemplares, reportou da internet.

Ainda assim, a ‘modernização’ das regras do Pulitzer não é tão radical. A aceitação de material online nas outras categorias da premiação se limita a texto e fotografias, afirma Sig Gissler, um dos membros do conselho. A expansão do tipo de conteúdo aceito é um passo importante para o Pulitzer, mas não indica, frisa Gissler, que blogueiros e jornalistas-cidadãos venham a ser incluídos na competição em breve.

‘É uma mudança significativa e foi um bom momento para fazê-la’, diz ele, sobre a entrada de material online. Mas, ‘historicamente, [o Pulitzer] é uma premiação de jornais e, até agora, continua a ser exatamente assim’, completa. Informações de K.C. Jones [TechWeb News, 18/4/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem