Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

IMPRENSA EM QUESTãO > NEWS CORPORATION

Murdoch lança canal financeiro em outubro

17/07/2007 na edição 442

O conglomerado de mídia News Corporation, que pertence ao magnata Rupert Murdoch, anunciou na semana passada a data de lançamento de seu prometido canal a cabo de notícias financeiras, noticia Frank Ahrens [The Washington Post, 12/7/07]. A estréia do Fox Business Network (FBN) será no dia 15/10. Mas o que Murdoch está ansioso mesmo para anunciar é a compra da companhia Dow Jones, dona do jornal financeiro Wall Street Journal. O empresário planeja que os 750 jornalistas e editores da equipe do Journal colaborem com a elaboração da programação do canal.

Longas negociações

No fim de abril, a News Corporation fez uma oferta bilionária– estimada em US$ 5 bilhões – à família Bancroft, que controla a Dow Jones. O primeiro encontro das duas partes para tratar do assunto ocorreu no início de junho e, até agora, o grande impasse nas negociações é a preocupação com a independência editorial do Journal, carro-chefe do grupo.

Murdoch espera que as negociações sejam concluídas ainda esta semana. Mas não será fácil. O bilionário Ronald Burkle e o co-fundador do MySpace, Brad Greenspan, encontraram-se com o conselho da Dow Jones na semana passada e também consideram fazer uma proposta. Greenspan não estaria satisfeito com o modo como Murdoch vem administrando o MySpace, desde sua compra em 2005.

O magnata da News Corporation já teve outros rivais na saga pela compra da Dow Jones. Em junho, vazou na mídia a informação de que a General Electric Company (GE), controladora do grupo NBC, e a Pearson, publisher do jornal Financial Times, avaliavam a possibilidade de apresentar uma oferta em conjunto – de valor superior à proposta de US$ 5 bilhões de Murdoch – à família Bancroft. No entanto, após discussões, ambas desistiram do plano.

Rival da NBC

O canal FBN será rival do canal de notícias econômicas CNBC, da NBC Universal. A Fox News passou os últimos meses planejando a emissora, sob supervisão do vice-presidente Brian Jones, que ajudou a lançar o Fox News Channel em 1996. Kevin McGee, vice-diretor executivo da Fox News, irá administrar as operações diárias do novo canal financeiro.

A News Corporation tem contratos com um número suficiente de operadoras de TV a cabo para garantir que o FBN alcance cerca de 30 milhões de telespectadores americanos na época de seu lançamento. A CNBC, lançada em 1989, atinge hoje 90 milhões de telespectadores; a Bloomberg, 49 milhões.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem