Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

IMPRENSA EM QUESTãO > TV DIGITAL

Nova era da TV no Brasil começa com incertezas

Por Fenaj em 14/11/2007 na edição 459

O governo corre contra o tempo para casar o início do funcionamento da TV Brasil com o início das transmissões da TV digital no país, marcado para começar em São Paulo, no dia 2 de dezembro. E enquanto o Ministério da Comunicações debate com setores da indústria para ampliar a audiência do novo sistema com a comercialização de conversores, as TVs comunitárias reivindicam espaço na TV digital aberta.


Atropelando o necessário debate com a sociedade e especialistas de grupos de pesquisa que defendiam um maior desenvolvimento de estudos e tecnologia nacionais que propiciassem inclusão social e geração de riquezas para o país, o governo federal aprovou, no ano passado, a implantação da TV Digital baseada no padrão japonês. Defensor ardoroso desta opção, o ministro das Comunicações, Hélio Costa vendeu a idéia das mil maravilhas do novo sistema e prometeu que seria popularmente acessível.


Mas já está claro que o novo sistema, que movimentou e movimentará cifras bilionárias, será inaugurado em São Paulo com uma seleta audiência de pessoas que têm condições de adquirir o conversor para a captação do sinal digital. Anuncia-se para breve a chegada do conversor ao mercado. Mas o preço é proibitivo. O ministro insiste em um modelo básico por aproximadamente R$ 250, mas já admite um ‘mais sofisticado’ por R$ 500.


‘A Eletros (associação da indústria de eletroeletrônicos) vem afirmando que não há possibilidade de fabricar um conversor por menos de R$ 700. Hélio Costa voltou a criticar os empresários. O ministro classificou a posição como

******

www.fenaj.org.br  

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem