Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

IMPRENSA EM QUESTãO > JORNALISMO INVESTIGATIVO

Novo sítio americano monitora escândalos

17/06/2008 na edição 490

A ProPublica, agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos sediada em Manhattan, lançou seu sítio na semana passada, noticia Joe Strupp [Editor & Publisher, 11/6/08]. ‘Estamos muito felizes. É um primeiro passo, mas ainda temos muito que andar’, afirmou Paul Steiger, editor-chefe da agência e ex-editor-executivo do Wall Street Journal.

Financiada por cerca de US$ 10 milhões em doações ao ano, a ProPublica tem 21 funcionários e, até o fim de junho, deverá contratar outros cinco. Em seu lançamento, o sítio trazia matérias originais sobre agências internacionais de saúde e lobistas russos. Havia também links para artigos de outras publicações – que vão da revista Vanity Fair à agência Associated Press, todos com tom investigativo. ‘A cada dia, percorremos publicações de todo o mundo atrás de reportagens investigativas’, explica Steiger. ‘Disponibilizamos o título, um link e, em alguns casos, comentários em formato de blog. Informações adicionais podem contextualizar o assunto’.

Uma das principais rubricas do sítio é a ‘Scandal Watch’ (Monitor de Escândalos, tradução livre), com links para a cobertura de temas que têm potencial para virar escândalos, como o tratamento dado a imigrantes detidos pelos EUA e a relação do republicano John McCain com lobistas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem