Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > OI NO RÁDIO

O envelhecimento só pelo lado positivo

Por Mauro Malin em 14/03/2011 na edição 632

O jornalista Jorge Félix lança hoje (14/3) em São Paulo o livro Viver muito: outras ideias sobre envelhecer bem no século XXI [e como isso afeta a economia e o seu futuro]. Desdobramento de uma tese de mestrado em Economia Política, o livro começa com crítica a uma imagem falsa da velhice criada em laboratório ‘por uma categoria de jornalistas que confunde o jornalismo com o talento da publicidade de transformar qualquer tema em boa notícia’. Jorge Félix falou ao Observatório da Imprensa:


Jorge Félix − Eu critico uma tendência do jornalismo, na busca por audiência, a sempre abordar o lado positivo do envelhecimento. As matérias são sempre sobre o envelhecimento bom. É difícil você ver num jornal ou numa revista uma foto, por exemplo, de um asilo público. Os asilos públicos dificilmente são noticiados.


Só quando tem tragédia…


J. F. – Só quando tem tragédia, algum caso bombástico. Eu acho que o envelhecimento precisa ser abordado pela imprensa dos dois lados, não só do lado bom. Mas isso, infelizmente, nem sempre acontece.


***


Crise anunciada nas polícias


O sociólogo Guaracy Mingardi alertou ontem (13/3) no Estadão que está em curso um duplo movimento que pode resultar em crise da segurança pública no país. Enquanto os governos estaduais diminuem gastos na área, policiais de diferentes estados se movimentam por aumentos salariais, estimulados pela proposta de emenda constitucional que equipara sua remuneração à da polícia do Distrito Federal, a mais bem paga do Brasil. A mídia dá apenas notícias fragmentadas sobre esse quadro.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem