Domingo, 21 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO >

O meio ambiente nos negócios

Por Luciano Martins Costa em 11/08/2010 na edição 602

O trabalho de observar a imprensa exige dois tipos básicos de atenção: o olhar sobre o detalhe, que implica registrar as escolhas de cada dia, o tamanho proporcional das unidades de informação e sua colocação entre os destaques; e a atenção para o todo, o conjunto de notícias de todo dia em relação ao conjunto das edições, por um período mais longo.


No sentido da visão mais ampla, pode-se afirmar que os jornais brasileiros, de modo geral, estão evoluindo no que se refere à abordagem da questão ambiental, mas continuam patinando diante do desafio da desigualdade social.


Tomemos como exemplo a notícia publicada na quarta-feira (11/8) por alguns dos principais jornais do país, dando conta de que a empresa Braskem vai expandir a produção do plástico de etanol a outros países.


Lenta e gradual


A viabilidade da produção industrial do chamado ‘plástico verde’ foi anunciada em junho de 2007, e saudada como uma iniciativa favorável ao meio ambiente. Nesse período, apenas três anos atrás, o desenvolvimento de tecnologias alternativas para substituir derivados de petróleo e outras iniciativas voltadas para a mudança das matrizes industriais e de energia eram temas de jornalismo científico ou das seções sobre meio ambiente, então ainda incipientes na imprensa brasileira.


O fato de os jornais passarem a incluir os grandes negócios com tecnologia ‘verde’ entre as notícias gerais da economia mostra que, aos poucos, a imprensa brasileira vem admitindo o fato de que um novo paradigma – o da defesa do meio ambiente – está se consolidando nas empresas.


A questão ambiental deixa o nicho onde era isolada e passa a transpassar naturalmente o noticiário econômico, como fator cada vez mais condicionante dos negócios.


Falta acontecer o mesmo com a questão social. Por enquanto, os jornais ainda tratam o desafio das desigualdades e da pobreza como um problema do governo.


A imprensa evolui, mas de forma lenta, segura e gradual.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem