Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1064
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO >

O país surfou sobre a crise

Por Luciano Martins Costa em 21/09/2009 na edição 555

A publicação, no Estado de S.Paulo de domingo (20/9), do caderno especial sobre a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, do IBGE, e outras reportagens e entrevistas trazidas pela imprensa em geral neste fim de semana, indicam que o Brasil se encontra diante de uma oportunidade histórica de ingressar em um período longo de desenvolvimento com sustentabilidade.


A base econômica das análises que apontam queda na desigualdade de renda é o fato de que, quando ocorreu o impacto da crise financeira explicitada em setembro de 2008, o Brasil se beneficiava dos avanços sociais originados na estabilidade e vitaminados pelas políticas de transferência de renda.


Há algumas controvérsias sobre a questão da desigualdade de renda quando os estudos se referem à renda do trabalho levando em conta apenas o ganho dos assalariados. Alguns especialistas indicam a conveniência de fazer correlações entre a renda do trabalho assalariado e a do trabalho eventual, ainda que autônomo, por conta da irregularidade com que se comportam muitos setores da economia em ciclos afetados por crises, como o que vivemos.


Segundo esses especialistas, em períodos de ajuste da sociedade a fatores econômicos externos, o crescimento se dá de forma irregular e a perda de postos de trabalho fixo em alguns setores pode ser compensada com a oferta de postos temporários ou de oportunidades para pequenos empreendimentos em outros setores.


Papel importante


Controvérsias, à parte, o que os jornais vêm dizendo nos últimos dias é que o Brasil não apenas surfou a onda mais forte da crise como vem conseguindo formar as bases para um desenvolvimento sustentável e de longo prazo.


Esses elementos estão presentes na queda dos índices de trabalho infantil, no aumento do índice de escolarização – que alcança 97,5% entre os mais jovens – e em outros fatores, como a ampliação do acesso a fontes de informação, como a internet.


A redução do trabalho infantil foi fortemente influenciada pelo programa Bolsa Família, mas também é um benefício do crescimento do conceito de responsabilidade social empresarial.


A imprensa joga um papel importante nesse processo quando mantém o assunto sustentabilidade em alta na agenda pública.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem