Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

ENTRE ASPAS > IMPRENSA PARAENSE

Peripatético

Por Lúcio Flávio Pinto em 06/07/2010 na edição 597

Num anúncio da ‘casa’, a assinatura anual de O Liberal custa 498 reais e o cliente que aceitar a proposta ganha de brinde um conjunto de churrasco com cinco peças ou uma bandeja flat. Em outro anúncio, publicado na mesma edição do jornal (e todos os dias), a mesma assinatura anual de O Liberal passa para 625 reais. Se o leitor quiser fazer uma assinatura cheia também do irmão mais novo da folha dos Maiorana, o Amazônia (que custa 286,75 reais), o total sairia por salgados 912,25 reais. Tudo isso, porém, pode ficar por praticamente a metade, ou 460 reais, que podem ser pagos de seis vezes, sem acréscimo.

Ou seja: se, ao invés de assinar apenas O Liberal (e pelo preço menor oferecido, de 498 reais, não os 625 reais do outro anúncio), o distinto leitor juntar o folharal maiorânico ao raquítico Amazônia, sairá ganhando 38 reais e ainda receberá um jornal de graça.

Sou obrigado a dar a mão à palmatória aos amigos da DC-3: em sendo assim, não entendo mesmo nada de marketing e propaganda. Mas, continuando a tentar entender de jornalismo, apesar da grande imprensa, chego a uma conclusão desse enredo à Lewis Carrol: está muitíssimo difícil vender os jornais dos Maiorana. Os exemplares avulsos, ao menos.

******

Editor do Jornal Pessoal (Belém, PA)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem