Segunda-feira, 17 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1041
Menu

ENTRE ASPAS >

Repercussão da mídia ‘tranqüiliza’ mãe de Eloá

Por Leticia Nunes (seleção de textos) em 24/10/2008 na edição 508

Leia abaixo a seleção de quinta-feira para a seção Entre Aspas.


************


O Estado de S. Paulo


Quinta-feira, 23 de outubro de 2008


 


SEQÜESTRO EM SANTO ANDRÉ
Vitor Hugo Brandalise


Exposição na mídia deixa mãe mais tranqüila


‘Toda a repercussão midiática do caso Eloá, na avaliação da família da adolescente, pode ajudar na defesa do seu pai, Everaldo Pereira dos Santos, acusado pela polícia de Alagoas de participar do assassinato do delegado Ricardo Lessa, irmão do ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), em 1991, e de outros crimes.


‘Agora eles podem se defender sem medo. Com toda a imprensa em cima, fica mais difícil que alguém queira simplesmente ?apagar o arquivo?. Foi o que a Ana Cristina (mãe de Eloá e mulher de Everaldo), mesmo muito arrasada, concluiu’, disse a agente comunitária Simone Duarte, de 33 anos. Durante o seqüestro, foi Simone quem abrigou a família de Eloá.


A Polícia Civil de Alagoas considera Santos um arquivo vivo e teme por sua vida. Segundo Simone, nas poucas palavras que trocaram sobre o assunto, Ana Cristina se mostrou ‘arrasada, sem chão’. ‘Ela deixou bem claro que ele é inocente, mas agora está com medo de ser ameaçada.’ Temendo ser descoberto, Santos não foi ao enterro da filha.


Segundo Simone, a identidade de Everaldo era ignorada pelos vizinhos. ‘Ninguém aqui sabia. Isso era outra coisa que preocupava a Ana Cristina. Ela achou que todos deixariam de confiar nela’, afirmou. ‘Mas estamos ao lado deles, acreditamos na inocência do Aldo (Everaldo)’, completou.’


 


 


ELEIÇÕES
O Estado de S. Paulo


Ayres Britto libera propaganda no Amapá


‘O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres Britto, acolheu ação do Amapá contra decisão que suspendeu toda propaganda institucional do governo a pedido da coligação liderada pelo PT, sob o argumento de que a publicidade favoreceria Roberto Goés (PDT), que disputará o 2º turno com Camilo Capiberibe (PSB). Ayres Britto ressaltou, porém, que caberá à Justiça Eleitoral verificar, caso a caso, se há uso promocional.’


 


 


INTERNET
Gustavo Chacra


Rania explica o Islã pela internet


‘A rainha Rania, da Jordânia, que chega hoje ao Brasil, decidiu usar o site de compartilhamento de vídeos YouTube para desmistificar estereótipos sobre árabes e muçulmanos, muito difundidos especialmente neste período de guerra ao terror. Considerada uma das mulheres mais bonitas do mundo, ela é elegante e ocidentalizada no jeito de vestir-se. Jovem, com um inglês perfeito e posições políticas moderadas, Rania é o oposto da idéia ocidental da mulher muçulmana.


Palestina nascida no Kuwait, Rania estudou o Alcorão durante a adolescência. Formada em administração pela Universidade Americana do Cairo, trabalhou em multinacionais americanas por algum tempo até se casar, em 1993, aos 22 anos. Hoje, mãe de quatro filhos, é defensora dos direitos da mulher e ajuda o marido na modernização da Jordânia.


Neste ano, deu início a uma campanha de conscientização no YouTube, pedindo que pessoas de todo o mundo lhe enviassem perguntas. Respondeu com vídeos, o primeiro deles explicando que a equação ‘árabe = muçulmano = terror = guerra’ é um grave erro. A rainha diz que nem todo árabe é muçulmano – e apenas 20% dos muçulmanos são árabes. Ela afirma que a quantidade de muçulmanos ligados ao terrorismo também é mínima. ‘Eu conheço o islamismo, eu li o Alcorão, que ensina compaixão, perdão, caridade’, afirma.


Em outro vídeo, sobre a situação das mulheres, Rania explica que depende de qual país a pessoa está falando. Ela admite que a mulher não tem os mesmos direitos que os homens, mas ressalta que a evolução é perceptível em quase todos as nações árabes e muçulmanas. Exibe números de parlamentares mulheres em países como Síria (30), Marrocos (34) e Sudão (35). Acrescenta que há mais mulheres que homens nas universidades em grande parte do mundo islâmico.


Em seus vídeos, Rania usa ainda comediantes que ironizam alguns estereótipos.’Você é árabe? Mas você parece tão legal’, diz um deles.’


 


 


O Estado de S. Paulo


Ataques tiram do ar três sites da Al-Qaeda


‘Vários sites utilizados para disseminar a propaganda da Al-Qaeda têm sofrido ataques constantes de hackers, o que fez três deles saírem do ar por mais de um mês.Analistas ouvidos pelo jornal The Guardian acreditam que isso seria resultado de uma nova frente de batalha na guerra contra o terror. Procurados, os governos britânico e americano não confirmaram envolvimento.’


 


 


TELEVISÃO
Keila Jimenez


Artistas protestam


‘Modalidade comum na grade da Record, as reprises de programas e quadros têm irritado alguns artistas da casa.


Não são raras as vezes em que esquetes de humor, quadros de comportamento e reportagens – exibidas recentemente – reaparecem na mesma semana recheando atrações como Hoje em Dia e Programa da Tarde. Esse último, por sinal, nada mais é que um Vale a Pena Ver de Novo da emissora.


Entre as estrelas insatisfeitas há as que querem receber seus direitos de imagem pela reprise. Outra turma teme pelo excesso de exposição e pela confusão que a reprise em horários variados pode causar na cabeça do telespectador.


Entre os campeões do repeteco estão quadros do Melhor do Brasil, do Tudo É Possível e do Domingo Espetacular, como Selvagem ao Extremo. O reaproveitamento chega ao ponto de Tom Cavalcante ir ao ar três vezes no mesmo final de semana.


Procurada, a Record, por meio de sua assessoria, diz desconhecer essa insatisfação dos artistas. Mesmo assim, a rede promete estrear em março de 2009, no Programa Tarde, dois novos formatos, e diminuir as reexibições de quadros.’


 


 


 


************


Folha de S. Paulo


Quinta-feira, 23 de outubro de 2008


 


TODA MÍDIA
Nelson de Sá


Saída Gordon Brown


‘Na manchete de Guilherme Barros na Folha Online, às 9h, ‘Governo autoriza bancos públicos a estatizarem instituições financeiras’. Lula ‘aderiu de cabeça à saída Gordon Brown’, o primeiro-ministro britânico que ajudou a conter o pânico financeiro nos EUA e Europa, e autorizou ‘participações em instituições financeiras’. Na manchete da Reuters Brasil, a partir daí, ‘Banco do Brasil e Caixa poderão comprar bancos privados’. E no despacho da Associated Press, ‘Bancos brasileiros são liberados para comprar outras instituições’. Já no Globo Online, dia todo, ‘Guido Mantega: Brasil não tem banco quebrando’.


No ‘Financial Times’, a longa reportagem ‘Brasil abre caminho para ajuda’ informava que ‘o sinal verde é para os bancos governamentais levantarem instituições abaladas pelas dívidas de empresas que fizeram apostas ruins no câmbio’. Lista Sadia, Votorantim e Aracruz, mas avisa que outras ‘centenas de empresas podem querer renegociar sua exposição aos derivativos com os bancos emissores’.


O TAMANHO DA ENCRENCA


Também o ‘Wall Street Journal’ de Antonio Regalado destacou os derivativos brasileiros, antes mesmo da estatização. Disse que é o ‘fantasma latino’, com os ‘casos mais dramáticos’ de Votorantim e Aracruz. E foi ‘diante dos riscos à sua economia’ que o Banco Central do país saiu vendendo bilhões ‘para sustentar a moeda’.


No ‘Valor’, Cristiano Romero disse que o BC está ‘ainda mapeando o tamanho da encrenca’, mas ‘uma autoridade assegura não haver, para os bancos, risco sistêmico’. No iG, Luis Nassif identificou a ‘autoridade’ citada como o próprio BC -e afirmou que a instituição ‘deixou a jogatina correr solta’ com o ‘swap reverso’ e agora ‘está gastando dólares das reservas para corrigir o erro’.


Diz que o modelo foi montado por um ex-presidente do Deutsch Bank e economistas ligados ao Garantia.


EMERGENTES À DERIVA


O ‘WSJ’ deu que as operações com derivativos espalham problemas pelos emergentes todos -e o ‘FT’ se concentrou, ontem no site, na China. No caso, seriam contratos derivativos de petróleo, assinados por um grupo estatal com a subsidiária do banco Goldman Sachs. O grupo recebeu ordem do governo para cancelar os contratos.


E PACOTE À CHINESA


Mas a prioridade de Pequim, no momento, é o mercado imobiliário. Era a manchete on-line do estatal ‘China Daily’, ontem à noite, com a decisão de ‘cortar as taxas de juros sobre hipotecas em até 30%’, além de reduzir tributos sobre a compra de residências. A medida teria sido aprovada ontem por uma ‘reunião de emergência’.


A PARANÓIA


Por CBN e outras Globos, a comentarista Míriam Leitão reagiu desde cedo à ‘ameaça de estatização do sistema’, com a medida do governo que ‘acredita em estatizar’. Solitariamente, no fim do dia, postou que ‘foi isso que explicou o dia com ‘circuit breaker’ na Bovespa, ontem.


E atacou, em especial, a ‘paranóia’ de que ‘há problemas maiores do que se sabe no sistema financeiro’.


AS PREOCUPAÇÕES


Nas manchetes on-line do Brasil aos EUA, ontem no fim do dia, as ações voltaram a desabar. Para o Valor Online, ‘a piora é global, devido ao receio de recessão com projeções das empresas’ americanas. E ‘aqui os agentes estão ainda temerosos com eventuais perdas de empresas compromissadas em dólar’, nas operações com derivativos. No exterior, da Bloomberg ao ‘FT’, a queda na Bovespa foi creditada ao ‘temor pelo crescimento global’.


E também Wall Street caiu, segundo as manchetes on-line de ‘NYT’ e ‘WSJ’, pelas ‘preocupações com o setor corporativo’, notadamente Boeing, AT&T e Alcoa.


‘FASHION’


Wall Street sobe e desce, mas o que animou as páginas iniciais de ‘NYT’ e ‘WP’, ontem, foram as compras de Sarah Palin por Saks, Macy’s e outras de Nova York, em valor superior ao salário anual de governadora. O gasto foi assumido por assessor republicano, depois’


 


 


SEQÜESTRO EM SANTO ANDRÉ
Folha de S. Paulo


Imagens de TV são usadas para investigar tiro


‘Caberá aos peritos da Polícia Técnico-Científica determinar agora se Lindemberg Alves Fernandes, 22, atirou ou não com o revólver calibre 32 que portava antes de os PMs do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) invadirem o apartamento.


Os peritos analisam imagens de emissoras de TV que estavam no conjunto habitacional de Santo André. Uma gravação da TV Record reproduz um barulho semelhante ao de um tiro pouco antes da invasão. Imagens da TV Globo, captadas de ângulos diferentes de onde estava a Record, não têm o som.


Para a reprodução simulada do crime -forma como os peritos chamam a encenação das versões do crime-, a perícia já analisa reproduzir a explosão da porta feita pela PM. O objetivo é saber se o detonador do explosivo usado causou o barulho que os PMs alegam ter sido o tiro dado por Lindemberg -o que motivou a invasão.’


 


 


TELEVISÃO
Daniel Castro


Globo desiste de exibir show de Madonna


A Globo desistiu de transmitir um dos shows que Madonna fará no Brasil, em dezembro. E a Record, que em agosto disputava ferrenhamente o show, pode seguir o mesmo caminho.


Oficialmente, a Globo diz que desistiu da negociação porque Madonna ‘não autoriza transmissões de seus shows ao vivo’. Mas a alta do dólar, de 36,5% do início de setembro até anteontem, também pesou. E muito.


Isso porque a Record estava disposta a pagar US$ 5 milhões para ter um show de Madonna ao vivo. Com a alta do dólar, esse valor passaria a ser algo absurdo. O evento não renderia audiência que compensasse tanto investimento. Segundo um executivo da rede, seria possível comprar shows de Madonna, gravados em arenas dos EUA ou da Europa, com ótima qualidade, por pouco mais de US$ 100 mil. Além disso, mesmo com a desvalorização do show, por não ser mais ao vivo, a Globo avaliava que a Record ofereceria mais dinheiro e ganharia a concorrência.


A Record também está reavaliando sua proposta, que foi feita antes da crise financeira global. A emissora previa recuperar o investimento com a venda de seis cotas de patrocínio, que somariam, na tabela, R$ 41 milhões, sem contar os descontos. O plano previa inserções comerciais já em setembro.


A Record, atualmente, refaz cálculos sobre a viabilidade da transmissão. Diz, oficialmente, que ainda negocia.


JORNALI$MO 1


A Record está fazendo de tudo para conseguir a primeira entrevista com Nayara Rodrigues da Silva, amiga de Eloá Pimentel, morta após ser mantida refém pelo ex-namorado durante mais de cem horas, em Santo André (SP).


JORNALI$MO 2


Ontem de manhã, um carro da emissora, a serviço do ‘Hoje em Dia’, descarregou cinco enormes coroas de flores numa portaria do hospital em que Nayara está internada. A Record não se manifestou.


FALHA NOSSA


O ‘Jornal Nacional’ de terça-feira anunciou como ‘exclusiva’ uma entrevista por telefone com o pai de Eloá. Mas, horas antes, a rádio CBN (da Globo) e o telejornal ‘SP Record’ já tinham feito o mesmo.


INDEFINIÇÃO 1


A procuradora federal dos direitos do cidadão, Gilda Carvalho, ainda não decidiu se vetará ou não despacho do ministro da Justiça que autorizou as redes de TV a descumprirem a classificação indicativa nos Estados em que não há horário de verão.


INDEFINIÇÃO 2


Gilda pediu um parecer ao procurador dos direitos do cidadão no Acre. O parecer foi contrário ao ato de Tarso Genro. A Folha apurou que Gilda, pressionada, está insegura. Sua assessora diz que ela ainda não viu o parecer do colega do Acre.


PLANO C


Está mesmo difícil escalar elencos. A Record, depois de muitas reuniões e adiamentos, optou por Francisca Queiroz para o papel de protagonista do seriado ‘A Lei e o Crime’.’


 


 


Luiz Fernando Vianna


Melodia leva balanço ao ‘Especial MTV’


‘O repertório deste ‘Especial MTV – Luiz Melodia’, que será reprisado amanhã e está saindo em DVD pela Biscoito Fino, tem pouca coisa além do que aparece no ótimo CD ‘Estação Melodia’, do ano passado. Mas é ‘pouca coisa’ de respeito.


Melodia canta suas conhecidas homenagens ao bairro carioca em que cresceu -’Estácio, Eu e Você’ e ‘Estácio, Holly Estácio’-e soma outros quatro à coleção de antigos sambas alheios do projeto, incluindo ‘Diz que Fui por Aí’, de Zé Kéti.


Mais: é possível ver em ação o seu time de músicos: Silvério Pontes (trompete), Humberto Araújo (sax) e Charles Costa (violão de sete cordas).


O papel de Melodia aqui é o de intérprete. Nem pega no violão, e empresta seu balanço natural e o conhecimento do assunto a sambas que exalam gafieira, malandragem, boemia e amor -correspondido ou não.


A cara desses especiais da MTV é sempre amarrada, sem muitas possibilidades de improvisação, de quebras de protocolo. Mas Melodia arrisca seus passos de dança e brinca até onde pode brincar.


O importante é que, na sua voz, ‘Contrastes’, ‘Tive Sim’, ‘Dama Ideal’, ‘Chegou a Bonitona’, ‘O Neguinho e a Senhorita’ e outros sambas se azeitam para formar um painel que merece o título ‘especial’.


ESPECIAL MTV – LUIZ MELODIA


Quando: amanhã, às 12h


Onde: MTV


Classificação: livre’


 


 


CINEMA
Cristina Fibe


pouco amor, muita porrada


‘Um James Bond furioso sai de ‘Cassino Royale’ (2006) para resolver suas pendências em ‘Quantum of Solace’, o novo filme da série, que estréia no próximo dia 7 no Brasil.


Na primeira seqüência da história do espião no cinema (os outros 21 filmes têm roteiros independentes), ele quer vingar a morte de Vesper (Eva Green), a Bond girl por quem penduraria suas armas.


Para encontrar a organização culpada pelo fim do romance, um espião violento mata quem bloquear seu caminho. ‘Esse Bond derruba a porta e faz perguntas depois’, resumiu o ator Daniel Craig, em entrevista a jornalistas, em Los Angeles, da qual a Folha participou.


‘Quantum of Solace’ é uma sucessão de cenas de pancadaria, tiros, golpes a faca, perseguição em carros, aviões e barcos. E pouco romance, porque ‘ele tinha sido traído no primeiro filme, tinha se apaixonado, teria sido contraditório para a história se ele tivesse pulado na cama com 11 mulheres’, na visão de Craig.


O enigmático título foi escolhido pelo ator, que tenta explicar seu significado: ‘É de uma história do Ian Fleming [1908-1964] na qual ele [Bond] está em uma relação que atinge um ponto em que não há mais nada, não há volta, não há amor.


Ian Fleming diz que o ‘quantum of solace’ se foi. É esse pequeno momento em que as luzes se apagam’. Na tradução aproximada, o título significa mínimo de consolo.


‘A idéia é que ele se apaixonou no fim do último filme, teve o coração partido e se sentiu traído. E esse filme não é sobre se vingar contra os maus, é sobre ele tentando encontrar sua paz. Ele precisa saber se Vesper o amava… E a organização inimiga se chama Quantum, então ficou tudo resolvido.’


Acidentes


Para encontrar a ‘paz’, o personagem resolve os conflitos no braço, com menos mulheres e menos instrumentos inventivos à sua disposição -os acessórios mais interessantes deste Bond são as roupas, desenhadas por Tom Ford. ‘Talvez seja o filme mais violento da série, mas é uma fantasia, e continua sendo uma fantasia, claramente. Ele é um assassino, esse é seu trabalho’, considera Craig.


O longa, com orçamento estimado em US$ 230 milhões (cerca de R$ 500 milhões), enfrentou uma série de acidentes nos sets de filmagem, espalhados por seis países. O mais grave, uma batida de carro na Itália, levou à internação de um dublê, que ainda se recupera. Craig também se machucou e teve um corte em seu rosto.


O ator admite que a pressão para que tanto investimento tenha valido a pena é grande.


‘Cassino Royale’, dirigido por Martin Campbell, faturou US$ 448 milhões (R$ 982 milhões) e ainda custou menos, US$ 140 milhões (R$ 307 milhões).


‘Quantum of Solace’, dirigido pelo alemão Marc Forster, além de ter menos sexo e mais ação, não tem a célebre cena em que o personagem diz ‘My Name is Bond. James Bond’.


Craig não abandonará tão cedo o personagem. ‘Estou contratado para fazer mais dois, mas ficarei muito feliz se fizermos um terceiro. Sou supersticioso, então não quero ficar prevendo como vai ser.’


A jornalista CRISTINA FIBE viajou a convite da distribuidora Sony’


 


 


 


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem