Seminário sobre Programação em Aracaju | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

IMPRENSA EM QUESTãO > TV PÚBLICA

Seminário sobre Programação em Aracaju

23/10/2007 na edição 456

Já estão abertas as inscrições para o ‘Seminário sobre Programação para TV Pública’, promovido pela Fundação Aperipê nos dias 25 e 26 de outubro, no Quality Hotel, em Aracaju. O objetivo é debater as questões relativas à composição da programação da nova rede pública de TV e a migração tecnológica para TV digital, que possibilitará a convergência de dados em diferentes plataformas (celular, portáteis, computador). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone 3179-1304.

O seminário acontece no momento em que a criação da Empresa Brasil de Comunicação (TV Brasil), autorizada por Medida Provisória assinada na semana passada pelo presidente Lula, retoma o debate sobre a missão das emissoras públicas refletida em sua programação – educação, arte, cultura e informação. Na abertura do evento, será assinado pelo governador do estado de Sergipe, Marcelo Déda, e pelo ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social do governo federal, Franklin Martins, o Termo de Adesão da Aperipê TV à nova rede pública de televisão. A emissora sergipana é a primeira a aderir à TV Brasil.

Abordadas nas mesas de discussão, a produção independente, a diversidade cultural e as representações das identidades brasileira e regional são alguns dos pontos valorizados na programação das emissoras públicas. Esse destaque servirá de estímulo aos artistas que queiram colaborar com essa nova rede de televisão, produzindo conteúdo que poderá ser exibido para todo o país. O debate foi dividido em quatro mesas, que têm como temas ‘Diversidade Cultural: Como pensar a programação da TV Pública’; ‘Novas Mídias e Conteúdos: Será o Fim da Verticalidade na TV?’; ‘Produção Independente: A produção de conteúdo e o mercado na relação com a TV Pública’ e ‘Jornalismo na TV Pública’.

Os convidados

A lista de convidados para o debate é extensa: Nelson Hoineff (presidente do IETV), Mário Borgineth (assessor especial do ministro da Cultura), prof. Luiz Alberto dos Santos (secretário de estado da Cultura), Tereza Cruvinel (diretora-presidente/TV Brasil), Marcelo Botta (diretor de conteúdo/FIZ TV), Guido Lemos (LAVID/UFPB), João Vargas (Cultura Ponto a Ponto/TVE), professor Alexander Patez (ANCINE), Pedro Severien (Orquestra Cinema), prof. Dr. César Bolaño (UFS), Póla Ribeiro (diretor de programação da ABEPEC e presidente do IRDEB), prof. Carlos Franciscato (UFS), Helena Chagas (diretora de Jornalismo/TV Brasil) e prof. Venício Lima (NEMP/UnB).

Após os debates, haverá painéis sobre experiências bem-sucedidas na programação de emissoras de Minas Gerais, Pará e Paraná, mostrados por Luciano Alkimin (Rede Minas), Regina Lima (Funtelpa) e Marcos Batista (TV Cultura Paraná), respectivamente. Além do relato do produtor executivo do DOC TV, Paulo Alcoforado, sobre o programa que já viabilizou a produção de mais de 100 documentários ao longo das suas três edições nacionais, os pontos mais importantes em relação ao projeto DocTV IB (Iberoamérica) e as parcerias entre as TVs Públicas, o Ministério da Cultura e os produtores independentes.

Temas

Mesa 1 – ‘Diversidade Cultural: Como pensar a programação da TV Pública’

Os debatedores deverão explanar quais rumos a TV Pública deve tomar em termos de programação, responder quais os formatos e as possibilidades de geração de conteúdo, além de apontar exemplos e sugestões sobre o momento e como se trabalhar as questões da diversidade cultural. A mesa irá expor a importância da TV Pública para o país e como ela pode contribuir para revelar as diversas experiências formadoras de identidade cultural do país.

Mesa 2 – ‘Novas Mídias e Conteúdos: Será o Fim da Verticalidade na TV?’

Esta mesa irá discutir a convergência tecnológica, as suas possibilidades na oferta de serviços e a promoção da inclusão social. Destacará também a importância da convergência para baratear e popularizar a criação e o acesso aos conteúdos, além de apresentar exemplos bem-sucedidos de inclusão cultural por meio do uso da tecnologia.

Mesa 3 – ‘Produção Independente: A produção de conteúdo e o mercado na relação com a TV Pública’

Esta mesa apontará alguns exemplos realizados pela produção independente nacional e discutirá a regulamentação dessa produção. Serão apontados modelos bem-sucedidos internacionalmente, além das realidades do mercado nacional, latino-americano e de algumas partes do mundo. Os debatedores destacarão a importância da TV Pública nestas parcerias.

Mesa 4 – ‘Jornalismo na TV Pública’

Fundamental é a discussão do jornalismo na TV Pública. Esta mesa apontará sugestão de caminhos a serem tomados pelos veículos públicos de comunicação, além de apresentar exemplos e reflexões sobre os modelos de jornalismo, público e privado, que já se aplicam no Brasil e no mundo, seus desafios.

Programação

Dia 25/10

8 horas – Abertura oficial e Ato de Assinatura do Termo de Adesão da Aperipê à TV Brasil com a presença do governador Marcelo Déda, do ministro Franklin Martins, da Secretaria Nacional de Comunicação Social, e de Tereza Cruvinel, diretora-presidente da TV Brasil.

9h30 às 12h30 – Mesa 1 – ‘Diversidade Cultural: Como pensar a programação da TV Pública’

Nelson Hoineff (presidente do IETV)

Mário Borgneth (Secretaria Nacional do Audiovisual/MINC)

Professor Luiz Alberto dos Santos (secretário de estado da Cultura)

Tereza Cruvinel (diretora-presidente/TV Brasil)

14h às 17h – Mesa 2 – ‘Novas Mídias e Conteúdos: Será o Fim da Verticalidade na TV?’

Marcelo Botta (diretor de conteúdo, FIZTV)

Guido Lemos (LAVID/UFPB)

João Vargas (Cultura Ponto a Ponto/TVE)

17h às 18h – Painel I – Rede Minas (Luciano Alkimin)

Painel II – Funtelpa/PA (Regina Lima)

18h – Lançamento dos novos programas da Aperipê TV

Dia 26/10

09 às 11h – Mesa 3 – ‘Produção Independente: A produção de conteúdo e o mercado na relação com a TV Pública’

Professor Alexander Patez (ANCINE)

Póla Ribeiro (presidente do IRDEB/ diretor de programação ABEPEC)

Pedro Severien (Orquestra Cinema)

Professor dr. César Bolaño (UFS/UNB)

12h – Painel III – DOC TV (Paulo Alcoforado)

14h às 17h – Mesa 4 – ‘Jornalismo na TV Pública’

Professor Venício Lima (NEMP/ UNB)

Helena Chagas (diretora de Jornalismo/TV Brasil)

Professor Carlos Franciscato (UFS)

17h às 18h – Painel IV – ‘Rádio e Televisão Educativa do Paraná’ (Marcos Batista)

18h – Lançamento do livro A mídia nas Eleições 2006, do professor Venício Lima.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem