Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

IMPRENSA EM QUESTãO > TELETIPO

Tablóide britânico se desculpa por acusação

19/02/2007 na edição 421

O tablóide britânico News of the World pediu desculpas a Alin Turcu no tribunal, na semana passada, por tê-lo acusado de planejar o seqüestro da cantora Victoria Beckham e de seus filhos. Turco, cujo nome real é Bogdan Stefan Maris, processou o jornal depois da publicação, em 2002, de uma matéria que afirmava haver um plano para seqüestrar a mulher do jogador de futebol David Beckham e pedir resgate de cinco milhões de libras esterlinas. O Sun repercutiu a história, e a fotografia de Turcu foi estampada nas duas reportagens, que diziam que se tratava de um especialista em segurança envolvido no plano. A justiça britânica determinou que houve um plano para seqüestrar a ex-Spice Girl, mas que Turcu não estaria envolvido nele. O News of the World, além do pedido de desculpas, prometeu fazer uma doação para uma instituição de caridade escolhida por Turcu. Informações de Stephen Brook [The Guardian, 14/2/07].

Google é acusado de apoiar pirataria

O Google já foi alvo de acusações de editoras e escritores por violação de direitos autorais em seu projeto de digitalizar livros de grandes bibliotecas de todo o mundo. Agora são os estúdios de cinema que acusam a empresa de apoiar a pirataria, noticia Elinor Mills [CNET, 12/2/07]. Um grupo de cinco estúdios cinematográficos abriu um processo nos EUA contra dois proprietários de sítios de download de filmes piratas, o EasyDownloadCenter e o TheDownloadPlace. Os sítios supostamente vendiam software para ajudar as pessoas a procurar por filmes em redes de compartilhamento de arquivos e a fazer o download deles em seus computadores. Os estúdios alegam que os proprietários, no entanto, criavam a falsa impressão de que seus sítios eram legais e os divulgavam em links patrocinados. Tais anúncios apareciam em resultados de buscas no Google, quando alguém procurava pelos filmes. O nome do Google não consta no processo, mas os proprietários dos sítios afirmaram que o Google AdWords (programa de publicidade da empresa) sugeriu que eles comprassem nomes de filmes como palavras-chave para pesquisas na rede. Ambos optaram por parar suas atividades voluntariamente.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem