Sábado, 26 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

INTERESSE PúBLICO > TRANSPARÊNCIA BRASIL

A cobertura desigual da corrupção

24/08/2004 na edição 291

Lançado em janeiro deste ano pela organização não-governamental Transparência Brasil (www.transparencia.org.br), o serviço ‘Deu no Jornal’ (www.deunojornal.org.br) é um banco de dados atualizado diariamente com reportagens relacionadas à corrupção e seu combate, publicadas em jornais e revistas de todos os estados brasileiros. Idealizado para satisfazer à demanda por um registro sistemático do noticiário sobre corrupção, ‘Deu no Jornal’ é aberto para a consulta de jornalistas, pesquisadores, organizações da sociedade e o público em geral. O serviço permite filtrar notícias por assunto, período e veículo.


O relatório divulgado pela Transparência Brasil sobre os dados coletados entre os dias 14 de julho e 13 de agosto de 2004, em 56 jornais diários, mostrou que foram 213 assuntos diferentes relativos ao tema da corrupção, tratados em 2.865 matérias, somando um total de 6.933.799 caracteres impressos. (Desde o início do projeto Deu no Jornal, em 26/1/2004, registraram-se 8.563 matérias, perfazendo mais de 21 milhões de caracteres, distribuídos por 579 casos diferentes.)


No período abrangido pelo relatório, o impacto do noticiário da corrupção sobre os públicos metropolitanos de Sergipe ou de Rondônia foi 28 vezes menor do que o impacto sobre o público de São Paulo ou Rio, e 17 vezes menor do que o de Brasília.


Apenas 16 dos 213 casos cobertos no período receberam a atenção de mais de 20 jornais, e 77% dos assuntos foram noticiados por no máximo cinco jornais.


Essas são algumas das constatações que se podem extrair de levantamento sobre o noticiário de veículos impressos brasileiros a respeito do tema da corrupção. Os números obtidos do acompanhamento sistemático da cobertura da imprensa sobre o tema refletem desigualdades drásticas entre os estados brasileiros. Também no que diz respeito à informação prestada por jornais diários vale a constatação de quase todos os indicadores econômicos e sociais: quanto mais pobre a região em que o cidadão vive, menos informado ele é.


Clique aqui para conhecer o relatório completo (arquivo PDF, 451 KB).

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem