Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

INTERESSE PúBLICO >

A relação com os usuários

27/10/2009 na edição 561

Os personagens do rádio têm uma importância grandiosa no processo de comunicação e na geração de idéias a partir de sua ação e de seu compromisso com a boa mensagem radiofônica. Operadores, radialistas, diretores de programação e concessionários das emissoras têm de ser cúmplices na geração de uma comunicação verdadeira, real e sincera, pois a mensagem radiofônica chega a todos os lugares e tem muita repercussão no momento em que as pessoas absorvem as notícias, os comentários e as idéias. Para isso, é preciso que os personagens do meio rádio procurem respeitar os usuários da comunicação com propostas de programas que saiam do lugar-comum de gracejos sem sentido e de idéias preconceituosas que geralmente temos no processo comunicativo de maneira geral.

O rádio é um instrumento de cidadania de grande importância e por isso precisa gerar uma comunicação ética e de acordo com os preceitos da sociedade e de seus valores. O rádio chega às nossas casas sem pedir licença e muitas vezes acaba agredindo seu usuário com mensagens pornofônicas e idéias que não se adequam ao ritmo da família e seus ideais éticos. A comunicação radiofônica precisa ser pensada de forma a dar aos usuários um significado real no seu processo para que todos tenham a oportunidade de conhecer a verdade dos fatos e ter oportunidades de se comunicar a partir de um processo comunicativo pautado na sinceridade e na honestidade de quem faz rádio.

A comunicação radiofônica é de grande importância neste momento em que se projeta o rádio digital, pois de nada adianta tecnologia avançada sem respeito ao usuário da comunicação. Os que fazem rádio devem buscar um planejamento de programação que agrade a todos os ouvintes sem baixarias, sem mensagens trucadas, sem jogo de interesses políticos e buscando sempre a sinceridade na comunicação para que todos tenham verdade a partir das idéias do rádio. O usuário da comunicação merece uma comunicação verdadeira, ética e desprovida de preconceitos.

Melhoria e respeitabilidade

É importante hoje que os que fazem rádio conheçam a opinião dos ouvintes sobre o que se passa na comunicação e que mantenham canais de comunicação para que os usuários digam o que pensam da programação e possam dar sugestões e críticas construtivas para o bem do meio que através de mais de oitenta anos continua fazendo parte da vida de muitas pessoas.

É urgente que os que fazem rádio se apropriem da história deste meio de comunicação, pois muitas vezes os que estão neste meio de comunicação não entendem a importância deste instrumento comunicativo e seu papel de coesão social e aprofundamento de idéias. O rádio foi e sempre será companheiro fiel dos indivíduos e por isso suas mensagens e idéias devem satisfazer a todos. Não acreditamos que as pessoas querem a baixaria no rádio nem querem que este seja usado apenas para interesses políticos e econômicos.

O rádio precisa ser modificado pelos que o fazem no sentido de um crescimento em termos de programação de qualidade e emissões tecnicamente corretas. O rádio tem de ser planejado para o bem do usuário. A respeitabilidade é importante no meio rádio dando aos usuários a oportunidade de questionamento, de discussão, de propostas de pautas sempre nos interesses dos consumidores. A qualidade do rádio só será alcançada se houver uma construção coletiva deste meio com abertura a uma comunicação interativa, participativa e, sobretudo, respeitosa.

Quem ouve rádio merece respeito e os que fazem rádio precisam compreender que os usuários deste meio podem sim se organizar para questionar as mensagens e discutir o processo comunicativo advindo das emissões radiofônicas. Quem ouve rádio precisa ser ouvido, sim. É importante saber o que o usuário quer deste meio para melhorar e corrigir possíveis desvios.

O usuário da comunicação precisa ser respeitado, precisa ser acreditado como massa consciente, crítica e pensante. O rádio tem de conhecer seu ouvinte é preciso promover encontros, seminários e fóruns para discutir o rádio e buscar sempre sua melhoria para o bem da comunicação e para a respeitabilidade entre os personagens que fazem este meio e os seus usuários.

******

Vice-presidente da Associação de Ouvintes de Rádio do Ceará, Fortaleza, CE

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem