Domingo, 18 de Agosto de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1050
Menu

INTERESSE PúBLICO >

Governo estuda criar Plano Nacional da Internet das Coisas

Por Fernando Paiva em 30/06/2015 na edição 857

O Governo Federal estuda a criação de um Plano Nacional de Comunicação entre Máquinas e Internet das Coisas (M2M e IoT, nas siglas em inglês, respectivamente). Entre os objetivos estão o fomento à padronização de sistemas de IoT; a criação de uma regulamentação para tratar de temas como privacidade, segurança e direitos do consumidor em serviços de IoT; o lançamento de programas de financiamento de soluções de IoT, provavelmente com recursos do Funttel; e o estímulo à adoção de soluções de IoT pelo setor público. O escopo preliminar do projeto foi adiantado pelo secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações (Minicom), Maximiliano Martinhão, durante o Forum Regional de IoT, organizado pela Cisco, nesta terça-feira, 23, no Rio de Janeiro. “Entendemos que o governo tem o papel de liderar o desenvolvimento do mercado de IoT”, disse o secretário.

Ideias para o Plano Nacional de M2M e IoT estão sendo discutidas no âmbito de uma comissão especial criada para acompanhar o desenvolvimento desse setor composta por representantes de órgãos governamentais e privados, como Ministério das Comunicações, Ministério da Ciência e Tecnologia, Anatel, Abinee, ABDI, BNDES Brasscom, GSMA e SindiTelebrasil.

Martinhão informou que entre maio de 2014 e abril de 2015 a quantidade de terminais de M2M em serviço no Brasil sem intervenção humana cresceu de 161 mil para 1,76 milhão. Em grande medida, esse aumento foi proporcionado pela desoneração do Fistel sobre as linhas celulares dentro desses terminais. Para o secretário, porém, são necessário novos passos para o desenvolvimento desse setor, que poderão ser tratados nesse plano nacional de M2M e IoT. “Há uma preocupação com a interoperabilidade. É preciso evitar que surjam ilhas de desenvolvimento de M2M no Brasil, com sistemas que não conversam entre si”, comentou.

Forum Mobile+

O Forum Mobile+, evento organizado pela Converge Comunicações e promovido por MOBILE TIME e TELETIME, terá em sua oitava edição, realizada este ano em 22 e 23 de setembro, no WTC, em São Paulo, um dia inteiro dedicado a IoT, com painéis sobre smart cities, utilities, indústria 4.0 e wearable devices aplicados a negócios. A grade preliminar e maiores informações estão disponíveis no site do evento.

Internet das Coisas pode gerar US$ 39 bilhões em economia para utilities dos EUA por ano

Empresas de distribuição de energia, água e gás natural perdem por ano US$ 39 bilhões nos EUA, por conta de vazamentos e outros problemas relacionados à eficiência de suas redes. Essas perdas poderiam ser resolvidas com a adoção de soluções de Internet das Coisas (IoT), como as smart grids na rede elétrica, por exemplo. Por setor, as perdas anuais são de US$ 24 bilhões no elétrico; US$ 13 bilhões no de distribuição de água; e US$ 2 bilhões no de gás natural. Os números foram apresentados por Ed May, diretor de desenvolvimento de negócios da Itron, durante o Forum Regional de IoT, evento organizado pela Cisco no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, 23.

A Itron implementou junto com a Cisco uma solução de smart grid para a canadense BC Hydro, com a instalação de 1,8 milhão de medidores inteligentes em 18 meses. Foi adotada uma plataforma aberta, com IPv6, e conectada a diferentes aplicações, desde a verificação do consumo de energia em tempo real pelo consumidor em sua residência, até recarga de veículos elétricos.

***

Fernando Paiva, do Teletime

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem