Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

INTERESSE PúBLICO > DUBAI

Jornal de Murdoch censurado por ‘ofensa’ a xeque

01/12/2009 na edição 566

O jornal Sunday Times, do magnata de mídia Rupert Murdoch, foi retirado das bancas dos Emirados Árabes Unidos no domingo [29/11] por publicar uma ilustração mostrando o xeque Mohammed bin Rashid al Maktoum, líder de Dubai, afundando sob os graves problemas financeiros de seu emirado. Um representante do Conselho Nacional de Mídia em Abu Dhabi afirmou que o bloqueio foi imposto porque a imagem do xeque que ilustrava a matéria, intitulada ‘O naufrágio do sonho de Dubai’, era ofensiva.

Na semana passada, a notícia de que Dubai, símbolo de luxo e riqueza, estaria com dívidas estimadas em mais de 80 bilhões de dólares abalou os mercados em todo o mundo. Pelo código de mídia dos Emirados Árabes Unidos, publicações são proibidas de criticar os líderes dos emirados. A imprensa local e membros do governo criticaram a cobertura internacional sobre a crise financeira em Dubai. No início de novembro, o xeque Mohammed havia dito a repórteres que cobriam uma conferência de investimentos na cidade para ‘calar a boca’ e parar de criticar o emirado e sua crucial relação com Abu Dhabi.

Na segunda-feira [30/11], o Times of London foi vendido normalmente nas bancas do país. Os dois jornais, que pertencem à News International, unidade do conglomerado de mídia News Corporation, são publicados nos Emirados Árabes Unidos em parceria com a companhia local SAB Media. Informações de Andrew Critchlow [Wall Street Journal, 30/11/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem