Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

INTERESSE PúBLICO >

Jornalismo cultural ameaçado

Por Dora Leão e Fabiana Dultra Britto em 23/11/2004 na edição 304

A crítica Helena Katz, em texto publicado no jornal O Estado de S. Paulo no dia 23/10/04 (‘Considerações sobre um certo Studio 3’), denunciou a inaceitável associação do Theatro Municipal de São Paulo, um teatro público, com uma escola de dança comercial, o Studio 3, para a realização do programa Personalidades da Dança.

Empregando uma aritmética elementar, seu texto demonstrava que o que havia sido gasto na produção desse espetáculo superava, em dezenas de vezes, o que seria possível arrecadar – permitindo, assim, que se entendesse o seu caráter beneficente como um álibi jurídico.

Ao invés de exercer o direito democrático de resposta nas páginas do jornal, a Sra. Vera Lafer e o Studio 3 comunicaram estar tomando medidas judiciais contra Helena Katz, inclusive na esfera criminal.

Além disso, em outro ato intimidatório, cancelaram a veiculação de publicidade no jornal O Estado de S. Paulo que, levando adiante a honrosa tradição de defesa da liberdade de opinião que caracteriza a sua história, se colocou ao lado da crítica.

Se você acredita que o jornalismo cultural deve manter-se independente e ser exercido sem subserviência, manifeste a sua indignação assinando abaixo – informando seu RG e atividade profissional – enviando para jornalismocultural@terra.com.br / dib@estado.com.br / forum@estado.com.br e convidando outros a fazerem o mesmo.

******

1) Produtora cultural e 2) professora da Universidade Federal da Bahia

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem