Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

INTERESSE PúBLICO > ESPANHA

Jornalista faz notícia nas telas de cinema

24/04/2006 na edição 378

Qualquer semelhança com Todos os Homens do Presidente não é mera coincidência quando se trata dos filmes do espanhol Melchor Miralles. Se poucos jornalistas investigativos conseguem, de fato, alterar o curso da história com seu trabalho, Miralles é um deles. Em termos de fama em seu país, pode ser considerado o Bob Woodward espanhol.

Mas se estes poucos jornalistas que marcam seus nomes na história acabam se tornando objetos de estudo em escolas de jornalismo e personagens de filmes, Miralles quis fazer diferente. Ele resolveu recontar as histórias que acompanhou durante tantos anos; desta vez, através do cinema.

O jornalista de 47 anos dirige hoje a produtora Mundo Ficcion. Após uma série de documentários, uma minissérie televisiva e um curta, Miralles deu seu primeiro grande passo na indústria cinematográfica com El Lobo, em 2004. O filme conta a história verdadeira de um agente secreto do governo responsável por desmantelar a liderança do grupo terrorista basco ETA na década de 70 – história que ele cobriu como repórter.

Histórias reais

Seu próximo projeto, que começou a ser filmado em janeiro, é sobre o papel do jornalismo investigativo na exposição de uma guerra suja. GAL conta a história de um Grupo de Liberação Antiterrorista que, na luta contra os separatistas bascos, chegou a assassinar dezenas de pessoas. ‘Ajudou muito ter tanto acesso a Miralles e poder contar a história através dos olhos de um dos principais personagens de um caso tão importante’, diz o roteirista Antonio Onetti.

‘As pessoas que vão ao cinema têm, em sua maioria, entre 14 e 25 anos, e não têm idéia sobre estes eventos importantes. Queremos atrair este público jovem curioso sobre a história espanhola e contar a ele esta história usando as ferramentas do cinema’, afirma Miralles. Para o futuro, o jornalista / cineasta tem diversas idéias de novos filmes, todos eles com temas que englobem a história espanhola contemporânea. ‘Nós vamos continuar a fazer filmes baseados em histórias reais’, diz ele, completando que é o tipo de tema mais confortável para alguém ligado ao jornalismo. Informações de Pamela Rolfe [Hollywood Reporter, 18/4/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem