Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

INTERESSE PúBLICO > MÍDIA RADIOFÔNICA

Quem faz algo pelo rádio?

Por Francisco Djacyr Silva de Souza em 11/09/2007 na edição 450

A situação da mídia radiofônica é extremamente problemática, pois temos casos de espetáculos de desrespeito, erros gramáticos, uso político, proliferação de discriminação e divulgação do lado podre de nossa sociedade. Existe, deste modo, um problema configurado pela falta de controle de nossa sociedade, que insiste em não se envolver na luta por um rádio democrático, respeitoso do cidadão. Este problema tem sido observado no rádio cearense e as providências de resolução têm sido muito poucas, fazendo com que o rádio não tenha propósitos sérios e resolutos e que não sejam desrespeitosos para com o ouvinte.

É urgente a realização de fóruns, debates, seminários e outros espaços de discussão sobre as mensagens passadas por algumas rádios que divulgam músicas que apelam à pornografia, ao vício e ao desrespeito das pessoas. O pior é que estas pessoas não têm um espírito crítico para questionar a mensagem, nem se organizam na construção do rádio-cidadão. Algumas iniciativas têm sido tomadas, mas são ridicularizadas pelos que se beneficiam do rádio trash, do rádio imoral e do rádio antipovo, que dá mais audiência, porém contribui sorrateiramente para o declínio da sociedade e para a destruição de valores do nosso povo.

Apesar deste quadro desolador, ainda restam chances para mudança, pois os ouvintes têm se organizado para dizer não ao rádio antipopular e antidemocrático. Temos programas que mostram a cidadania e fazem a boa comunicação, porém muitas vezes estes programas são esquecidos pelos patrocinadores, que preferem investir no lixo cultural.

Opiniões e sugestões

O povo quer um rádio verdadeiro, democrático e limpo, sem mensagens desrespeitosas e com objetivos claros de valorização do ouvinte, com emissões que sejam questionadoras das ações do poder público e dos que fazem a sociedade moderna. Precisamos incentivar iniciativas de luta por um rádio melhor e mais democrático, pois o rádio foi criado para dar o entretenimento sadio e verdadeiro que a grande maioria do nosso povo quer.

Para a luta por um rádio melhor, existe a Associação de Ouvintes de Rádio do Ceará, que oportuniza, através de seu site, espaços para que o ouvinte emita suas opiniões e sugestões acerca de um rádio democrático e cidadão.

******

Presidente da Associação de Ouvintes de Rádio do Ceará, Fortaleza, CE

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem