Terça-feira, 16 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

INTERESSE PúBLICO >

Rede nega influência de unidade antiterrorismo

03/09/2008 na edição 501

Nicola Meyrick, editora-executiva da BBC Radio, admitiu que o correspondente especializado em assuntos de segurança Frank Gardner se encontrou com representantes da unidade antiterrorismo britânica conhecida como Ricu, acusada de fornecer à mídia propaganda contra a al-Qaeda. O encontro aconteceu quando Gardner preparava um documentário para a estação Radio 4. Além do correspondente, Nicola informou em seu blog que Innes Bowen, especialista da BBC em políticas do Islã, também teve contato com a unidade.


O programa, exibido no dia 7/8, entretanto, não usou material fornecido pela Ricu. ‘O programa era chamado ‘O inimigo dentro da al-Qaeda’ e mostrou como a guerra de idéias no movimento jihadista está se tornando parte importante da estratégia militar. Isto foi resultado da ajuda da Ricu? Não, absolutamente’, afirmou a editora-executiva. ‘Frank e Innes tiveram contato com a Ricu durante a elaboração do programa e foram ver três membros da unidade antes de terem terminado de gravar as entrevistas. A Ricu entregou algum material, mas nada foi usado’.


Um porta-voz da rede afirmou que a independência editorial da BBC não foi comprometida depois que o documentário foi acusado de ter semelhanças com um programa descrito em um documento que vazou da Ricu. O documento afirmava que a unidade havia passado material de propaganda contra a al-Qaeda a uma emissora, e que este material teria sido exibido em um documentário. ‘O programa foi uma peça original, imparcial e independente de jornalismo’, defendeu Nicola.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem