Domingo, 23 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

INTERESSE PúBLICO > MERCADO EDITORIAL

Revistas de bordo: sucesso de público e anúncios

14/08/2008 na edição 498


O mercado editorial pode não estar favorável para alguns gêneros de revistas nos EUA, mas as distribuídas gratuitamente pelas companhias de aviação podem ficar tranquilas. Os anunciantes ainda procuram revistas como Sky, American Way e WorldTraveler. E os leitores parecem gostar do que lêem – gastam, em média, 26 minutos em cada edição, segundo a Pace Communications, que publica quatro revistas distribuídas em aviões.


A alta dos combustíveis fez com que muitos se preocupassem com o futuro das revistas – afinal, quanto mais peso, mais afetada fica a eficiência do combustível. Cada edição pode pesar mais que 200 gramas. Por conta disto, a Emirates Airline recentemente decidiu eliminar as revistas de seus vôos. Em vez disso, há planos de disponibilizar seu conteúdo nas telas.


Outras não foram tão radicais. A American Airlines, por exemplo, reduziu o tamanho das páginas de duas de três revistas que distribui e planeja usar um papel mais leve, informou Susan Gordon, chefe da divisão de publicação. Em novembro, a Nortwest irá usar também papel mais leve, segundo a porta-voz Tammy Lee. A Delta, cuja revista Sky tem a maior circulação de todas do gênero (um milhão de cópias por mês), removeu algumas páginas de anúncios para deixar a edição menos pesada. A porta-voz Betsy Talton ainda espera usar papel mais leve, o que reduzirá o peso em 1/3. Informações de Barbara de Lollis [USA Today, 7/8/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem