Sábado, 20 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

INTERESSE PúBLICO >

Revistas americanas registram queda nas vendas em bancas

24/08/2006 na edição 395

As revistas americanas venderam menos exemplares em bancas na primeira metade deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado, segundo dados preliminares divulgados pelas editoras de revistas ao Audit Bureau of Circulations, órgão verificador de circulação dos EUA. A venda de exemplares em bancas caiu mais de 4%. No primeiro semestre de 2006, no total foram vendidas 48,7 milhões de cópias em bancas.


Dentre as semanais jornalísticas, a revista Time foi a que registrou a maior queda em vendas nas bancas (24%). A publicação, da Time Warner, anunciou que mudará o dia de circulação de segunda-feira para sexta-feira, na tentativa de atrair mais leitores no fim de semana.


A venda de revistas caiu em parte porque muitos leitores estão gastando mais tempo na rede, e devido à grande oferta de publicações sobre o mesmo tema, opinou Samir Husni, presidente do departamento de jornalismo da Universidade de Mississipi. ‘Em um país com 22 revistas te dizendo sobre sapatos, você sabe que as 22 revistas não podem ter uma tiragem de um milhão’, disse ele.


Assinaturas pagas caíram quase 4%, comparado ao mesmo período de 2005, depois que o Audit Bureau exigiu que as editoras começassem a registrar as cópias enviadas a consultórios médicos e outros lugares públicos em categorias diferentes das outras assinaturas pagas.


As revistas de celebridades, no entanto, tiveram crescimento. A tiragem da US Weekly subiu 7,2% (1,8 milhão de cópias), enquanto a People viu sua circulação aumentar 1,2% (3,8 milhões de cópias). Informações de Robert MacMillan [Reuters, 21/8/06].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem