Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

INTERESSE PúBLICO > ELEIÇÕES NOS EUA

Tela multitoque estrela cobertura da CNN

07/02/2008 na edição 471

Na cobertura das primárias das eleições americanas, nas últimas semanas, tem chamado a atenção um novo aparato tecnológico ‘pilotado’ pelo correspondente John King, da CNN: a Parede de Colaboração Multitoque, também chamada de Parede Mágica. Trata-se de um grande monitor em que são apresentados mapas e gráficos a cada toque do jornalista – bem ao estilo do personagem de Tom Cruise no longa Minority Report, que movia imagens virtuais de um canto para o outro com as mãos.


A estréia da Parede Mágica não foi exatamente perfeita: a geringonça nem sempre obedecia aos toques de King. Ainda assim, foi elogiada pela emissora. ‘É uma maneira estupenda de explicar [ao telespectador] informações complicadas’, opina David Bohrman, produtor-executivo da cobertura política da CNN. ‘Fundamentalmente, nosso trabalho é explicar fatos e números às pessoas, e precisamos fazer isso visualmente. [A Parede] nos permite fazer este trabalho sem um teclado ou mouse no meio do caminho’. A rede planeja usar a Parede Mágica em outros tipos de cobertura.


Mercado


O inventor da tela é Jeff Han, que a desenvolveu enquanto era pesquisador da Universidade de Nova York. No ano passado, ele deixou a universidade e abriu uma empresa chamada Perceptive Pixel para comercializar a peça, que pode ser vista neste link. Han não revela quantas Paredes já vendeu, mas dentre alguns de seus clientes estão as Forças Armadas dos EUA, agências de segurança nacional e outras redes de TV. A CNN é a única, por enquanto, a usar a tela no ar. ‘As redes de TV não foram o primeiro mercado que pensamos em atingir, mas é uma aplicação interessante’, afirma o pesquisador. ‘Depois das eleições, veremos que o aparelho poderá ser usado com notícias financeiras, esportes e previsão do tempo’. O preço pago pela CNN não foi divulgado, mas uma versão semelhante custa em torno de US$ 100 mil. Informações de Paul Farhi [Washington Post, 5/2/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem