Sábado, 20 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

ENTRE ASPAS >

Tiago Dória Weblog

22/04/2008 na edição 482

REFORMULAÇÃO
Tiago Dória

Wall Street Journal não será mais o mesmo, 18/4

‘Nesta semana que termina, o The Wall Street Journal realizou mais algumas mudanças no layout de seu site. Seções como Media & Marketing, Law e Health sofreram uma reformulação – mais branco, títulos maiores, cores mais fortes. Junto com essas mudanças, que já ocorrem há quase um ano, veio mais conteúdo – esportes, estilo de vida e beleza.

Dessa forma, Rupert Murdoch, que, no ano passado, comprou a Dow Jones, editora do Journal, vai realizando o seu desejo de transformar o WSJ em uma publicação mais generalista possível, menos sisuda e preparada para bater de frente com o The New York Times, nos EUA.

Foi assim quando o executivo comprou o Times, de Londres, e não está sendo diferente com o WSJ. Portanto, mais para frente, não será nenhuma novidade se aparecerem algumas notícias sobre celebridades na home do site do jornal.

Nesta semana, o WSJ passou a ser vendido em algumas bancas na Europa.’

 

ESPANHA
Tiago Dória

Ministra 2.0: Blogueira chega ao poder, 18/4

‘Anota aí. Tem 31 anos, blog, canal no YouTube, conta no Flickr e perfil no Twitter. Bibiana Aído é Ministra da Igualdade, do governo de José Luis Zapatero. Na Espanha, é conhecida como a ministra 2.0 e conta com um grande respaldo da blogosfera local.

Conforme comentei em outro post, mais cedo ou tarde, esse perfil de político que tem um conhecimento mais prático da rede vai aparecer, principalmente na hora em que essa geração que está crescendo junto com a web chegar aos centros de decisão.

Resta saber se essa postura de utilizar ferramentas de redes sociais será um diferencial daqui a alguns anos. Bem provável que não.

O que vale destacar no caso da ministra espanhola é que, pelo visto, o seu blog é atualizado por ela mesma e não por sua assessoria. Ela responde até a alguns comentários. E o mais importante – está utilizando essas ferramentas enquanto está no poder.

Pois, cá entre nós, são coisas diferentes. Um negócio é você usar essas plataformas de redes sociais enquanto está no poder.

Outra coisa é utilizar durante a campanha, como vem fazendo o Barack Obama e diversos outros candidatos para alcançar eleitorado.

A grande evolução mesmo é ser ´social` no poder e não somente durante campanhas.’

 

CBS INTERACTIVE
Tiago Dória

Sem medo de ir ao Vale do Silício, 18/4

‘A CBS Interactive, uma espécie de divisão de novas mídias da CBS, uma das maiores redes de tv e rádio dos EUA, vai abrir um escritório lá no Vale do Silício. É a primeira vez que uma grande emissora dos EUA abre um escritório na região, conhecida por ser um berço de novas empresas de tecnologia.

O objetivo é ficar mais perto desse centro de inovação e facilitar as parcerias e aquisições. Sinal de que a CBS vai adquirir mais sites e ferramentas pela frente.

Quem acompanha este blog já conhece a trajetória da CBS. Um case interessante sobre o quanto antigas empresas podem se reciclar com o auxílio da rede. Em menos de um ano, adquiriu sites como Last.fm, o videocast de economia e cultura pop WallStrip e o site de fofocas DotSpotter.

E adotou um posicionamento de ir onde o usuário está e não forçá-los a ir ao site da emissora. Para isso, fechou parcerias de distribuição de conteúdo com os mais variados sites na rede, inclusive passou a usar p2p.

De certa forma, Quincy Smith, diretor da CBS Interactive e uma espécie de Steve Jobs das empresas de mídia [suas falas são aguardadas], voltará às suas raízes.

Um dos principais responsáveis por essa mudança de 180º em uma das maiores redes de TV e rádio, o executivo trabalhou muito tempo no Vale do Silício e esteve por trás da aquisição do del.icio.us pela Yahoo! e da Netscape pela AOL.

Vai ser interessante ver o desenvolvimento da CBS dentro do ambiente do Vale do Silício.’

 

GUERRINHA
Tiago Dória

Cansado da abobrinha ´jornalistas vs blogueiros´?, 18/4

‘Vale a pena assistir a essa entrevista (http://www.youtube.com/watch?v=KnhheTuGL78) com Brian Stelter, que saiu no LostRemote.

Stelter tinha um blog ´independente´, o TV Newser, até junho de 2007. Largou tudo para ser repórter de TV do The New York Times. Alguns meses depois foi convidado a ter um blog no jornal. Hoje é editor do TV Decoder, um dos melhores blogs de TV do NYT e da rede.

Stelter foi um dos primeiros a fazer a ponte entre novas e velhas mídias.’

 

NAS ONDAS
Tiago Dória

O rádio não morreu!, 17/4

‘A Associação Nacional de Difusores [National Association of Broadcasters, NAB], nos EUA, lançou uma campanha na rede para mostrar que o rádio ainda é relevante. Além de sites, banners, impressos, a campanha Radio Heard Here contará com vídeos no YouTube.

David Rehr, diretor da organização, disse recentemente em conferência que as rádios sempre ofereceram conexão com os ouvintes e isso a tecnologia não modificou, ela ´apenas mudou os dispositivos de recepção´.

A animação de Rehr vem de um aumento de 2% na publicidade nas rádios dos EUA, em relação ao ano passado.

É meio redundante falar isso. Mas, as rádios, claro, não morreram. As mais relevantes vêm se reinventando – vide o Radar Cultura e a NPR – e utilizando a rede como uma forma de alcançar uma audiência global, mesmo caminho de alguns jornais.’

 

TV ONLINE
Tiago Dória

Pitchfork.tv chega a 1 milhão de views, mas não é a ´nova MTV´, 17/4

‘Apesar de ter decepcionado um pouco no começo, os vídeos da Pitchfork.TV já chegaram a marca de 1 milhão de views. O que não é nada mal. A prova de fogo será nos próximos meses quando a novidade passar.

O interessante foi a repercussão que o lançamento teve aqui, no Brasil. Desconhecido para o grande público, ganhou chamada até na Rede TV. E foi anunciado por aí como ´uma revolução musical´.

Por enquanto, o projeto da Pitchfork.TV ainda é bem fraco, tanto em conteúdo quanto em formato mesmo, não existe nenhum programa ao vivo com chats ou com uma interação maior do público no processo de produção.

A Pitchfork.TV está mais para um canal de vídeos do blog de música que leva o mesmo nome do que para uma ´TV online´.

Neste sentido, a rede VBS TV, com programação toda online, e o Blogotheque atendem melhor ao chavão de ser a ´nova MTV´.’

 

LIVE SEARCH NEWS
Tiago Dória

Microsoft lança buscador de notícias, 17/4

‘A Microsoft voltou à área de busca de notícias. Depois de desativar há algum tempo o Newsbot, lançou nesta semana o Live Search News. É uma resposta clara ao Google News.

Por enquanto, o serviço está bem simples. Pelo visto, indexa poucos sites de notícias, mas já conta com uma integração com os vídeos do portal MSN e uma interface mais limpa em relação à ferramenta da Google.’

 

JORNALISMO CIDADÃO
Tiago Dória

Direto do celular para o site da emissora, 16/4

‘A CBS colocou no ar o seu projeto de ´jornalismo cidadão` ou ´participativo` . É o CBS iMobile. O site tem a função de receber o conteúdo – vídeos e fotos – produzido por telespectadores nos EUA.

Funciona semelhante ao iReport da CNN, como uma espécie de ´balaio` – os usuários vão publicando conteúdo e a partir dali, os editores da CBS garimpam o material que vai ao ar e é relevante para a audiência da emissora.

Acredito que, para qualquer projeto de jornalismo cidadão, é algo básico existir um site mobile para receber conteúdo vindo de celular. Percebe-se que as contribuições mais marcantes por usuários são feitas via celular.

Um pouco semelhante a serviços como Flickr e Vimeo, o conteúdo poder ser enviado do dispositivo móvil para o CBS iMobile via MMS ou email [mais utilizado para fotos e vídeos].

No site, há fotos enviadas por uma pessoa direto do aeroporto de Seattle, mostra as longas esperas para embarque e ainda imagens de um protesto contra os 5 anos da Guerra no Iraque.

Enfim, é uma ferramenta para lá de útil, já que jornalista não pode estar onipresente.’

 

LINKS
Tiago Dória

Unir mídia ´velha` com nova e social dá dinheiro, 15/4

‘A informação está confirmada no blog de economia PaidContent. A AOL comprou o Sphere, serviço de gestão de blogs e que já comentei por aqui.

O Sphere é aquela ferramenta utilizada pela CNN, o The Wall Street Journal e a revista Time para acrescentar automaticamente no final das matérias links para os blogs que estão comentando as reportagens.

O valor não foi revelado, mas, segundo o TechCrunch, gira em torno de US$ 25 milhões. O serviço foi fundado em 2006 por Tony Conrad, investidor no Vale do Silício.

Ao acrescentar links no final das matérias de sites de tradicionais marcas do jornalismo, o Sphere é mais um serviço que cresce dentro do conceito de unir mídia nova e social com o antigo modelo de produção de informação. Aposta em criar pontes entre velha e novas mídias.’

 

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo – 1

Folha de S. Paulo – 2

O Estado de S. Paulo – 1

O Estado de S. Paulo – 2

Comunique-se

Carta Capital

Terra Magazine

Agência Carta Maior

Tiago Dória Weblog

Veja

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem