Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº963

INTERESSE PúBLICO > Prêmios de Jornalismo

Você sabe quantos prêmios de jornalismo existem no Brasil?

Por Gustavo Panacioni em 27/06/2017 na edição 947

Responder à pergunta-título deste texto é um dos objetivos do site premiosdejornalismo.com que, a partir de hoje, passa a publicar mensalmente uma atualização da agenda de prêmios de jornalismo aqui no Observatório da Imprensa.

Página principal do site premiosdejornalismo.com

Página principal do site premiosdejornalismo.com

O desafio é grande. A pergunta parece não ter uma resposta exata, já que anualmente novos prêmios surgem e outros são descontinuados sem aviso prévio. Existem ainda aqueles que, apesar de recorrentes, não chegam ao conhecimento dos profissionais.

Foram esses cenários de incerteza e desconhecimento que motivaram a criação do site. A principal proposta é auxiliar jornalistas e estudantes a encontrar prêmios que valorizem o trabalho da imprensa brasileira. Com esse propósito, o site busca catalogar todos os prêmios de jornalismo.

Assim começamos um levantamento de prêmios conquistados por profissionais brasileiros nos últimos anos. O resultado? Uma planilha com 175 prêmios de jornalismo registrados que nortearam as pesquisas ao longo de dois anos de trabalho.

Apesar de ser uma pergunta com resposta não definida, já que sempre encontramos um ou outro prêmio que nunca havíamos ouvido falar, hoje conseguimos ter uma resposta aproximada: são 208 prêmios até o momento, 44 deles com inscrições abertas neste exato instante. Mas estamos sempre procurando as novidades ou algum que escapou do nosso radar. Sabe de algum? Escreva pra gente.

Para todos os gostos

Entre as felizes descobertas de adentrar e atuar nesta área de prêmios está, além da confirmação de que é um universo em expansão, alguns achados com temas extremamente particulares. Vai de cobertura de temas sobre o mercado de panificação e laticínios ou outros que se concentram em premiar reportagens sobre o varejo farmacêutico, por exemplo.

As diferentes regiões do Brasil também são beneficiadas com prêmios de jornalismo direcionados especificamente para estados e cidades. Acre, Alagoas, Amazonas, Campinas, Campo Grande, Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte e Santa Catarina são algumas das regiões consideradas nos diferentes concursos abertos.

O valor em dinheiro que a grande dos prêmios distribui também merece destaque. São quantias que partem de R$ 500 e ultrapassam a marca de R$ 50 mil. O prêmio nacional com maior valor em dinheiro vigente hoje, por exemplo, é o 24º Prêmio CNT de Jornalismo que dá ao primeiro lugar a quantia de R$ 60 mil.

Para quem quiser arriscar, são vários os prêmios internacionais com premiações em dólar ou euro e que aceitam participações brasileiras. Aí a premiação ultrapassa, em alguns casos, cifras superiores a R$ 100 mil. Uma ótima opção como renda complementar para profissionais contratados e freelancers ou apenas um incentivo para continuar a enfrentar os dilemas do jornalismo.

Um trabalho contínuo

Esta última semana de junho é um exemplo da potencialidade deste “mercado”. Foram sete novos prêmios cadastrados no site. Sete oportunidades novas para jornalistas de qualquer parte do país participarem e, de alguma forma, darem visibilidade ao próprio trabalho.

**

Gustavo Panacioni é jornalista e junto com Katia Brembatti e Ana Krüger, fundou o site premiosdejornalismo.com

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem