Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1058
Menu

JORNAL DE DEBATES >

A entidade fantasma

20/10/2009 na edição 560

Está em todos os grandes jornais de terça-feira (20/10) a notícia da cassação de treze vereadores da Câmara Municipal de São Paulo. O motivo: eles receberam doações da Associação Imobiliária Brasileira, uma entidade quase fantasma criada pelo Secovi, o Sindicato da Habitação, para defender os interesses do setor junto ao poder público. Os treze vereadores também se tornaram inelegíveis por três anos, mas não perderão seus mandatos se entrarem com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).


Esse é um dos efeitos da nova legislação aprovada no mês passado: político punido em primeira instância tem apenas que apelar da sentença e consegue automaticamente permanecer no cargo e preservar seus direitos até o julgamento conclusivo pelo TRE.


No caso que envolve a Associação Imobiliária Brasileira e outras entidades igualmente proibidas de contribuir para campanhas eleitorais, existem ainda vinte outras representações por suspeita de doações ilegais, algumas das quais têm como alvos o prefeito Gilberto Kassab, a ex-prefeita Marta Suplicy e o ex-governador Geraldo Alckmin.


Segundo os jornais, a entidade criada pelas empresas de construção civil distribuiu no ano passado R$ 10,6 milhões de reais a candidatos e partidos. A Justiça Eleitoral considerou inaceitáveis apenas os casos em que a contribuição da entidade superou 20% do total gasto pelos candidatos.


Fonte de anúncios


O juiz autor da decisão considerou que essa porcentagem representa uma contaminação do processo eleitoral, por significar abuso de poder econômico. A Associação Imobiliária Brasileira não poderia ter feito as doações porque é uma entidade mantida por uma organização sindical. Não tem funcionários e sua sede fica oficialmente localizada num prédio fechado.


Trata-se, claramente de uma organização de fachada sobre a qual cabem ainda novas investigações, que extrapolam as atribuições da Justiça Eleitoral.


Mas não se espere que a imprensa paulista corra atrás dessa pauta para desvendar a fantasmagoria do Secovi. Afinal, estamos falando da maior fonte de anúncios em jornais e qualquer arroubo de independência pode custar caro.


***


Futuro sem papel?


O lançamento do Kindle, aparelho de publicação digital desenhado para oferecer bibliotecas inteiras ao leitor, renovou os debates sobre o futuro do papel, envolvendo ainda o destino da imprensa e das editoras de livros.


Ainda não foram divulgados estudos consistentes sobre o comportamento dos usuários do aparelho, embora já existam protótipos e modelos menos sofisticados em circulação há mais de dois anos em alguns países. Por enquanto, os efeitos da novidade tecnológica são apenas especulações.


Mas a concretização de mais uma promessa, na avalancha de mudanças detonadas pela Tecnologia da Informação, torna ainda mais complexo o grande desafio da indústria da comunicação: como assegurar a fidelidade dos leitores?


O Observatório da Imprensa na TV mais uma vez abre espaço para o debate.




Alberto Dines:


Os cientistas têm compromissos com as suas certezas, os jornalistas estão comprometidos com a dúvida. O jornalismo contemporâneo, principalmente o que se pratica na grande imprensa brasileira, tornou-se o jornalismo do oba-oba. Exemplo disso foi o entusiasmo que envolveu o lançamento nos Estados Unidos e na Alemanha do Kindle, o leitor digital capaz de ler livros, jornais e revistas num aparelho tão leve quanto um celular, servido por uma tecnologia de transmissão não muito diferente. Chegou-se aqui a profetizar que o livro de papel estaria extinto em 2018. Este futurismo da imprensa ajuda o leitor? Tire as suas dúvidas nesta terça-feira (20/10) no Observatório da Imprensa. Às 23h na TV Brasil, ao vivo, em rede nacional. Em São Paulo pelo canal 4 da NET e 181 da TVA.


 

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem