Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

JORNAL DE DEBATES >

A polêmica sobre o futuro da Associação Brasileira de Imprensa

Por José Louzeiro em 18/04/2016 na edição 899

A ABI está virando repartição pública de 3º grau, mas seus associados não trairão os seus postulados. Ela foi criada para valorizar o jornalismo e chegou a momentos em que foi a voz dos jornais. Barbosa Lima Sobrinho e Maurício Azêdo são grandes figuras que fizerem muito pela ABI, em plena ditadura, lutando contra a polícia. Hoje, a ABI nem jornal tem. A Casa dos Jornalistas tem atravessado um mar de ruindades desde que Maurício Azêdo se distanciou do comando. Do jeito que vai, a ABI acabará sem função. Ressuscitar esse importante patrimônio do jornalismo livre – que não pode virar mais um diário oficial, sem jornal impresso – é o nosso papel. O estado tem um Diário Oficial, só que ninguém sabe. A ABI, sem jornal, vira o diário oficial 2, que ninguém lê, inteiramente esquecido.

Domingos Meirelles não tem nada traçado que marque os novos rumos da ABI. Se a presidenta Dilma Rousseff for derrubada, os colegas jornalistas vão sofrer a amargura de dias ditatoriais, uma disfarçada ditadura na imprensa. Pior do que a que sempre existiu. A ABI não foi criada para se manter como organismo estático dos derrotistas. Foi criada para participar de forma firme a favor da nossa classe, liberal, democrática que sempre trabalhou sob pressão dos donos de jornais e dos seus admiradores. A ABI deve voltar a defender seus velhos pressupostos de liberdade de expressão que vêm sendo massacrados, por ter se tornado um instituto de repressão, bem ao gosto dos ditadores que estão sempre de plantão. Não podemos deixar a ABI à deriva, afundando nessa marcha fúnebre, ao contrário do que foi nos tempos do professor Barbosa Lima Sobrinho. Precisamos da unidade da classe, sem pré-conceitos, nem acanhamentos, para reerguer a ABI que vem sendo sempre diminuída nesse terrível processo neoliberal. O momento é propício para resgatar os caminhos traçados pela velha ABI, nitidamente nacionalista.

***

José Louzeiro é jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem