Terça-feira, 19 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

JORNAL DE DEBATES > TELETIPO

Apresentador uruguaio seqüestrado e espancado

25/10/2005 na edição 352

O apresentador uruguaio de TV e rádio Marcelo Borrat foi seqüestrado na semana passada em Montevidéu, noticia a organização Repórteres Sem Fronteiras [21/10/05]. Borrat dirigia para casa quando teve seu carro interceptado e foi capturado por três homens encapuzados. Eles o espancaram, insultaram e cortaram seu rosto, além de levarem seus papéis, telefone celular e relógio. Antes de ser libertado, o jornalista foi ameaçado de morte caso não reportasse o seqüestro como um assalto. Borrat investiga atualmente casos de irregularidades em companhias de planos de saúde privadas e também tem coberto temas sobre censura na imprensa. ‘Eu não sei quem fez isso. Eu investigo uma porção de assuntos. Pode ter vindo de qualquer lugar’, afirmou ele.



Jornalista afegão morto em explosão

Um jornalista afegão que trabalhava para a estação de rádio Da Solah Pigham (mensagem de paz) morreu na explosão de um veículo militar, no sábado, informa nota da AFP [22/10/05]. O jornalista, identificado apenas como Maiwand, estava parado em uma estrada na província de Khost quando uma bomba foi detonada. Três militares ficaram feridos no incidente. Autoridades culparam ‘inimigos da estabilidade do Afeganistão’ pelo ataques, referindo-se aos militantes leais ao regime Talibã, derrubado em 2001 e que agora tenta derrubar o novo governo.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem